Morte de 70 animais em 5 meses faz Argentina repensar zoológicos

Morte de 70 animais em 5 meses faz Argentina repensar zoológicos

O debate em torno dos zoológicos ganhou força há duas semanas, quando um gorila foi sacrificado nos EUA após uma criança cair em seu cercado.

O zoológico de Mendoza, na Argentina, passou a ser censurado após a divulgação de 70 mortes de animais desde janeiro. No de Buenos Aires, morreram, em 2015, dois leões marinhos que participavam de shows.

De acordo com a Folha de S. Paulo, o debate em torno dos zoológicos ganhou força há duas semanas, quando um gorila foi sacrificado nos EUA após uma criança cair em seu cercado. No zoológico argentino tem 2.130 animais – a capacidade é para 850. “Em maio, choveu 20 dias seguidos, os bichos se molharam, passaram frio e não havia espaço para todos.”

O diretor do zoológico, Jorge Semino, afirma que os animais nasceram no local e foram criados sempre com o contato humano, o que os domesticou, desmentindo os boatos de que os animais são sedados. Cachorros também são colocados em jaulas de tigres e leões para amansá-los.

Fonte: Notícias ao Minuto

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.