Morte de cadela a tiros gera revolta e depredação em posto de combustíveis no Chuí, RS

Morte de cadela a tiros gera revolta e depredação em posto de combustíveis no Chuí, RS
Estudante de veterinária prestou socorro à cadela, mas ela não resistiu aos ferimentos na cabeça, tórax, abdômen e pescoço - Arquivo pessoal / Arquivo pessoal

A morte de um cachorro no domingo (23) em um posto de combustíveis no Chuí, na Fronteira do Brasil com o Uruguai, causou revolta entre os moradores da cidade.

Segundo testemunhas, um frentista do posto, que fica na Avenida Uruguai, teria atirado contra o animal, que buscou refúgio no local depois que fogos de artifício foram lançados pouco depois da meia-noite. A ordem teria partido do proprietário do posto, conforme consta no boletim de ocorrência registrado pela Polícia Civil.

Revoltadas, algumas pessoas chegaram a jogar pedras contra o prédio. A Brigada Militar foi acionada e acompanhou o caso.

Posto na Avenida Uruguai foi depredado depois que fotos e vídeos da cadela baleada começaram a circular em redes sociais - Barbara Lucero / Arquivo pessoal
Posto na Avenida Uruguai foi depredado depois que fotos e vídeos da cadela baleada começaram a circular em redes sociais – Barbara Lucero / Arquivo pessoal

Ao G1, um funcionário do posto de combustíveis, orientado pelo proprietário, informou que o estabelecimento não possui arma e que o cachorro já chegou ferido ao local. Acrescentou, também, que o posto foi depredado após os rumores de que os tiros haviam partido dali.

A reportagem não conseguiu contato direto com o dono do posto, que, segundo o funcionário, está em Montevidéu.

Morte de cachorro em posto de combustíveis revolta moradores no Chuí — Foto: Arquivo pessoal
Morte de cachorro em posto de combustíveis revolta moradores no Chuí — Foto: Arquivo pessoal

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.