Mortes de gatos no Marajó são investigadas pela polícia do Pará

Mortes de gatos no Marajó são investigadas pela polícia do Pará
Polícia investiga morte4s de gatos no Marajó — Foto: Reprodução

A Polícia Civil registrou a morte de oito gatos, incluindo uma gata à espera de filhotes, por suspeita de envenenamento na Vila Cohab, em Soure, cidade do Arquipélago do Marajó. O caso está sendo investigado.

VÍDEO: Moradores registraram um dos casos

Os moradores contabilizam mais de 15 mortes somente em duas comunidades, Cohab, em Soure, e Jubim, na zona rural de Salvaterra. O presidente de um projeto de proteção dos animais acredita que não há ligação entre os crimes.

“Na Vila Jubim, nove gatos de uma senhora foram envenenados. Denunciamos, temos uma pessoa suspeita, mas não tivemos retorno algum das autoridades”, afirma o presidente do projeto Amicão, atuante no Marajó, Sandro Queiroz.

E recentemente, na Vila Cohab, Sandro fala em, também, ao menos nove animais envenenados. “Há uma suspeita de uma pessoa que não gosta de animais na vila, mas é apenas uma suspeita”, diz.

Envenenamento é observado há anos

A questão dos maus tratos passou observada por Sandro desde a implementação do projeto, em 2017. O “Amicão” surgiu em sala de aula entre alunos e professores da rede municipal de Salvaterra.

“Surgiu a ideia de fazer uma cãominhada para ativar mais pessoas para a causa e começamos a observar a questão do envenenamento desde então”, completa Queiroz.

“Estamos fazendo esse trabalho de falar sobre o crime de maus tratos, mas não temos amparo nenhum, de algum órgão competente. É muito triste porque somos cinco pessoas diante de um problemão”.

O protetor de animais ainda diz que muitas denúncias chegam a eles, mas que muitas vezes não podem fazer muita coisa por falta de amparo judicial.

Por Lissa de Alexandria

Fonte: g1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.