Motociclista atropela cão e Prefeitura de Franca (SP) nega atender animal

Motociclista atropela cão e Prefeitura de Franca (SP) nega atender animal

Um acidente ocorrido nesta quarta-feira, dia 21, envolveu um cãozinho e uma motociclista.

O animalzinho foi atropelado no bairro Aeroporto I e está com suspeita de fratura em uma das pernas traseiras e lesão na coluna. O acidente, no começo desta tarde, aconteceu na avenida Carlos Roberto Haddad, por volta do número 81.

De acordo com Marcos Scooby, que trabalha com transporte de animais, a Guarda Civil Municipal o acionou a fim de realizar o resgate do cãozinho ferido. Ele relata que foi até o local e orientou os funcionários da prefeitura. “Eu expliquei que era um trabalho particular, orientei eles de que deveriam acionar a Sala de Proteção”.

Marcos afirma que a própria equipe da Guarda Civil Municipal desconhecia o procedimento. “Orientei eles, passei o telefone [da Sala de Proteção] e falei: ‘se não der certo vocês me ligam de volta'”, lembra Marcos.

Os funcionários ligaram e foram informados de que o carro da Prefeitura que realiza esse trabalho de resgate de animais atropelados já havia encerrado o atendimento nesta quarta-feira. A explicação é de que são realizados dois atendimentos por dia e na data de hoje a cota já havia sido atingida. Segundo Marcos, a ligação aconteceu por volta das 14h.

Diante da recusa no atendimento, o cãozinho ferido foi levado à Turma do Abrigo para receber os primeiros socorros. “Mas vou exigir que a Prefeitura remova ele para a Unifran, porque eu não tenho condições de arcar mais”, revela Marcos, que já resgatou outros animais e pede doações para a Turma do Abrigo. Ele pretende confirmar se na data de hoje realmente aconteceram os dois atendimentos citados pela Sala de Proteção.

Os exames que confirmarão se o cãozinho sofreu fraturas e lesões ainda não foram realizados.

A motociclista foi atendida pelo Samu e seu estado de saúde não foi informado.

Fonte: GCN

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.