Motoqueiro e motorista bêbados atropelam e matam cavalo na SP-310, em Rio Preto, SP

Motoqueiro e motorista bêbados atropelam e matam cavalo na SP-310, em Rio Preto, SP
ATROPELAMENTO: Motoqueiro e motorista bêbados atropelam e matam cavalo na Washington Luís, em Rio Preto (SP). Foto: Luiz Aranha/Gazeta do Interior

Um motoqueiro, de 32 anos, e um motorista, de 54 anos, ficaram feridos após atropelarem um equino na rodovia Washington Luís (SP-310), em São José do Rio Preto (SP), na madrugada desse sábado (7), de acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv).

Ainda de acordo com os militares, o acidente (sinistro) ocorreu quando o motoqueiro, que seguia sentido Rio Preto – Cedral atropelou o cavalo. O motorista do carro, que trafegava logo atrás, não conseguiu frear a tempo e também atingiu o animal, que morreu no local.

Segundo a PMRv, os dois condutores foram submetidos ao teste do bafômetro, que comprovou a embriaguez de ambos. Eles foram socorridos e encaminhados para o Hospital de Base de Rio Preto. O motoqueiro foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI), pois teve que ser realizada uma transfusão de sangue.

De acordo com os policiais, o tutor do animal não foi encontrado. A Polícia Civil irá investigar as causas do sinistro.

Triângulo do Sol deveria ter capturado animal

Conforme estabelece o contrato de concessão entre a concessionária Triângulo do Sol e o Governo do Estado de São Paulo, a rodovia deve sempre estar em condições seguras de trafegabilidade; o que não ocorreu nesse caso, pois o animal deveria ter sido capturado e removido da pista de rolamento. Felizmente, nenhuma vida humana foi perdida.

Bêbados foram multados?

A Polícia Militar Rodoviária (PMRv) do Estado de São Paulo não informou se autuou os infratores por estarem dirigindo bêbados, o que é infração gravíssima, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A pena pode variar de três a seis meses de prisão e multa de R$ 2.934,00. Se for reincidente num prazo de 1 ano, o infrator paga em dobro.

Fonte: Estradas