Motorista de aplicativo adota cadela que seria sacrificada. ‘Deus me deu essa oportunidade!’

Motorista de aplicativo adota cadela que seria sacrificada. ‘Deus me deu essa oportunidade!’

Como faz todos os dias, o motorista de aplicativo, Emerson Lima, do Rio de Janeiro (RJ), atendeu uma solicitação de corrida. Ele só não esperava que essa seria inesquecível.

Ele atendeu uma passageira que levava uma cadela e, no meio do trajeto, descobriu que a moça estava transportando o animal para ser sacrificado. E de uma corrida, Emerson acabou ganhando um novo melhor amigo!

Foto: reprodução

Ele conta que durante a corrida, a passageira ligou para uma pessoa e disse que estava “decidida disso e não voltaria atrás por nada”.

Emerson não entendeu do que se tratava, até a moça fazer uma nova chamada, para a irmã, contando o que estava indo fazer naquele momento.

“Aí falando com a irmã, ela soltou que iria fazer uma eutanásia na cachorra, isso mesmo gente, ia matar a cachorra com uma injeção. Porque? Ela levou a cachorra em um veterinário que disse que tinha uma suspeita de [uma doença muito grave] e que a cirurgia seria R$ 5 mil e os exames mais de R$ 1 mil e que não teria dinheiro pra fazer isso”, relatou o motorista.

Foto: reprodução

Pelo que Emerson chegou a ouvir, outras pessoas que falaram com a passageira, indicaram que ela buscasse ajuda de amigos e familiares ou, até mesmo, tentasse uma vaquinha virtual. Só que a mulher estava bastante decidida e dizia sempre que iria sacrificar a cadela.

Depois de algum tempo, Emerson resolveu interagir com a passageira e perguntou se ele poderia ficar com a cachorrinha. Ela ficou um pouco pensativa, mas acabou topando entregar o animal para o motorista.

“Demos meia-volta para Copacabana, ela entregou o saco de ração e as vasilhas da cachorra […], agradeci e fui embora. Ela nem se despediu”, conta Emerson.

Vida

Emerson conta que ligou na mesma hora para um amigo, para receber orientações sobre o que fazer, em relação ao estado de saúde do seu novo animal.

Ele levou a cachorrinha ao veterinário. “Fizemos um ultrassom, que constatou um nódulo de 2 centímetros no ovário”, explicou o motorista.

Uma cirurgia foi marcada para a próxima semana. De acordo com Emerson, os exames ficaram em R$ 120 e o procedimento cirúrgico R$ 600, um valor muito abaixo do que a passageira tinha informado no carro. Detalhe, praticamente o mesmo valor da eutanásia – que iria custar R$ 500,00!

Emerson batizou a cadela de “Vida” e disse que a partir de agora só deseja que ela tenha muito amor e uma vida tranquila.

“Quando nos esforçamos […] conseguimos mudar não só a realidade de pessoas mais também de animais; hoje eu vi mais uma vez que o que importa não é o que você mostra para os outros e sim o que tem no seu coração”, concluiu o motorista.

Eu tenho certeza que a Vida está em um bom lar agora, Emerson! Desejamos que ela se recupere logo!

E quem também está numa super missão com animais é o pessoal da ONG Ampara. Eles estão atuando no Pantanal desde as últimas queimadas, oferecendo atendimento veterinário, alimentação e outros cuidados. Ajude a ONG! Veja como isso é possível!

Por Monique de Carvalho  

Fonte: Razões para Acreditar

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.