Motorista que atropelou cachorro e fugiu em Praia Grande (SP) depõe na delegacia

Motorista que atropelou cachorro e fugiu em Praia Grande (SP) depõe na delegacia
Sebastian perdeu muito sangue, foi sedado e precisou de cirurgia (Foto: Arquivo Pessoal)

“Eu amo os animais. Tenho dois cachorros e jamais faria algo que pudesse machucar um bicho”. A explicação é de um comerciante autônomo, de 51 anos, que garante ter atropelado sem querer um cão em Praia Grande, no último dia 2.

Dona de Sebastian, o cachorro sem raça definida atropelado, a pedagoga Patrícia Soares, de 49 anos, registrou na ocasião boletim de ocorrência afirmando que o seu animal estava no “meio-fio” e foi atropelado “de propósito” pelo motorista de um Fiat Uno bege, que fugiu sem prestar socorro ao cão.

Identificado e localizado na última segunda-feira (8) à tarde pela equipe do delegado Flávio Goda Magário e do investigador Gleydson Segundo, do 2º DP de Praia Grande (Caiçara), o comerciante prestou depoimento e foi liberado.

Ele disse que transitava com seu carro pela Avenida Agostinho Ferreira, no bairro Ribeirópolis, a cerca de 40 km/h. O cachorro estaria na calçada, mas cruzou a via de forma repentina, passando na frente do veículo. “Não tive tempo de frear e nem desviar”, justificou o comerciante.

Localizado pelos policiais Maurício Avelar e Joel Ileck, o motorista do Uno também declarou que parou o automóvel um pouco adiante e pensou em socorrer o cachorro, mas ficou com medo de sofrer alguma represália e foi embora.

Nesta terça-feira (9), o comerciante conversou com A Tribuna On-line e afirmou estar disposto a custear as despesas com o tratamento de Sebastian. Inclusive, autorizou a Reportagem a informar o seu nome e número de celular à dona do cachorro.

Ouvida também por A Tribuna On-line, a pedagoga soube da identificação do motorista do Uno e minimizou a versão que inicialmente relatou no boletim de ocorrência. “Não posso dizer que foi de propósito, mas como a avenida é larga, ele poderia ter evitado”.

A dona de Sebastian disse que o retirou da clínica veterinária para onde o levou após o atropelamento, porque não conseguiu dinheiro para pagar a sua cirurgia. De acordo com Patrícia, o cachorro fraturou a mandíbula e sofreu lesões em outras partes do corpo.

Veículo que atropelou cachorro Sebastian esteve na delegacia de Praia Grande (Foto: Arquivo pessoal)

Por Eduardo Velozo Fuccia

Fonte: A Tribuna

Motorista atropela cachorro de propósito e foge em Praia Grande, SP

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.