Mulher agride funcionárias de canil após se negarem a receber cães em Sertãozinho, SP; VÍDEO

Mulher agride funcionárias de canil após se negarem a receber cães em Sertãozinho, SP; VÍDEO

Uma mulher agrediu duas servidoras do canil municipal de Sertãozinho (SP), depois que elas se recusaram a receber dois cachorros abandonados. Gerônima Gomes Ferreira disse que ficou irritada ao ser gravada pelas funcionárias, quando deixava os cães no local, mesmo diante da negativa.

Em nota, a Prefeitura de Sertãozinho informou que o canil municipal só resgata e presta atendimento a animais de rua em situação de risco, como doentes, machucados, atropelados e fêmeas prestes a parir.

As servidoras foram levadas à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Já a agressora foi encaminhada à Delegacia de Defesa da Mulher, onde prestou depoimento. Ela deve responder por lesão corporal. A Polícia Civil também tenta identificar os donos dos cães abandonados.

A confusão foi registrada pelas câmeras de segurança do canil municipal, na manhã desta segunda-feira (6). Gerônima contou que decidiu levar ao canil dois cachorros que, segundo ela, apareceram na rua onde a mãe dela mora, em Sertãozinho.

“Tinham dois cachorros soltos na rua, fazia uns três dias. A gente postou no Facebook, não encontrou dono, aí um dos cachorros foi atropelado. Eu levei ao canil para deixar lá os cachorros, para doar para alguém”, disse a moradora.

Diante da negativa, Gerônima decidiu ir embora, mas sem levar os cães. Nesse momento, as funcionárias passaram a gravá-la usando o celular. O vídeo mostra a moradora desembarcando do carro e partindo para cima de uma das servidoras.

Imagem mostra moradora chegando com cães ao canil municipal de Sertãozinho, SP. — Foto: Reprodução

As imagens da câmera de segurança do canil mostram o momento em que Gerônima deu o soco no rosto de uma das servidoras, que depois é jogada no chão. Um casal tentou conter a moradora, mas a mulher também acaba agredida com um soco.

“A moça começou a filmar dizendo que eu estava abandonando os cães no canil. Voltei, falei para ela apagar, porque não queria que ela me gravasse. Ela desligou o celular, eu saí andando e ela começou a filmar de novo, me chamou de vagabunda e de suja, aí voltei e agredi”, disse.

As vítimas, uma veterinária e uma assistente, foram socorridas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levadas à UPA com lesões na cabeça, pernas e nariz.

Moradora ameaça servidoras municipais no canil de Sertãozinho, SP. — Foto: Reprodução/EPTV

Canil Municipal

Em nota, a Prefeitura de Sertãozinho informou que o canil municipal resgata e presta atendimento a animais de rua em situação de risco, doentes, machucados, atropelados e fêmeas prestes a parir, “ou seja, situações em que os animais não sobreviveriam nas ruas”.

Atualmente, o canil abriga provisoriamente 160 animais, entre cães e gatos, filhotes e adultos, nas condições acima mencionadas. Todos são encaminhados para adoção após exames, tratamento, vacinação, castração e microchipagem.

“Não é tudo que a administração pública pode atender, tem regras”, disse o secretário de Meio Ambiente, Carlos Alexandre Gomes. “Sempre pedimos para nunca levar esse animal até o canil, para não incentivar as pessoas a irem lá e abandonar os animais na porta”, completou.

Ainda segundo Gomes, tanto a Polícia Civil, quando a Prefeitura, investigam se os cães deixados no canil por Gerônima têm proprietário. Caso seja constatado que os animais são de algum morador, ele pode ser investigado por crime de maus-tratos.

Imagem mostra moradora agredindo servidora municipal no canil de Sertãozinho, SP. — Foto: Reprodução/EPTV

Fonte: G1


Nota do Olhar Animal: Nada justifica a agressão, mas o desconhecimento da população sobre o papel dos CCZ e da prefeitura no controle populacional de animais e no combate às zoonoses é bastante responsável por situações como esta.

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.