Mulher compra abrigo com mais de 250 cães ao se deparar com situações de maus-tratos

Mulher compra abrigo com mais de 250 cães ao se deparar com situações de maus-tratos
Segundo a mulher, os mais de 150 cães estavam presos em um local destinado a 70 animais (Foto: Reprodução/Dog Tales)

Qual sua missão no mundo? Uma mulher que vive em Ontario, no Canadá, é co-fundadora de uma instituição chamada Dog Tales Rescue and Sanctuary, que viaja visitando abrigos e em algumas situações resgata animais que vivem em situações precárias, principalmente cães idosos, com deficiência e que esperam por um lar há anos.

Ainda assim, Danielle não estava preparada para o que iria encontrar em uma de suas visitas a um abrigo de Israel, sua terra natal, viagem que fazia frequentemente para resgatar mais animais e levar para o Canadá.

Todos os mais de 250 cães estavam presos em um local que, na realidade, caberiam apenas 70 animais. Além disso, haviam diversos ratos no local, os cães não tinham nenhuma comida e alguns dos cachorros estavam no abrigo há anos.

“Os cachorros literalmente brigavam por uma fatia de pão. Tinha mais ratos do que cachorros”, conta Clare Forndran, representante do Dog Tales Rescue and Sanctuary.

Realocação

Danielle não conseguiu escolher quais animais resgataria, já que todos os bichos estavam em situações horríveis. Assim, a mulher decidiu comprar o abrigo inteiro, com todos os mais de 250 animais ali.

Desde então, a Dog Tales ficou responsável pelos cães e, em dois meses, conseguiram realocar 90 cães em Israel, 150 permaneceram no abrigo, mas aos cuidados de um time designado pela organização e limpeza do local. Essa equipe também conta com veterinários e cuidadores, garantindo boa saúde e melhores condições de vida.

Além disso, Danielle conseguiu levar 25 dos cães para o abrigo no Canadá, e assim que desembarcaram, mais da metade já haviam sido adotados. O objetivo é voltar à Israel para buscar os outros animais.

“Com o tempo, com paciência e com amor, sabemos que suas expressões vão mudar.”

Fonte: The Dodo via Tribuna de Jundiaí

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.