Animal foi resgatado pela ONG União Animal — Foto: ONG União Animal/Pet Sol

Mulher é autuada pela Semma após mandar vizinho cortar testículos de cão em Santarém, PA

Uma mulher foi autuada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) na quarta-feira (21) após mandar o vizinho “castrar” a sangue frio um cão em Santarém, oeste do Pará. A ex-tutora do cachorro e o vizinho receberam multa de R$ 3 mil, cada.

De acordo com a Semma, os dois vão responder processo administrativo, civil e penal por maus-tratos ao cão que foi resgatado pela ONG União Animal.

Ainda segundo a Semma, a ex-tutora do cão negou ter mandado o vizinho cortar os testículos do animal. Ela disse que apenas tinha comentado com o mesmo o desejo de realizar a castração. Já o vizinho afirmou ter feito a “castração” do animal, a pedido da tutora.

Apesar da forma que foi encontrado pelos voluntários da ONG, o animal foi atendido em uma clínica veterinária e está bem. Por causa da violência sofrida, o cão poderá ter sequelas, como dificuldades para urinar.

O animal será disponibilizado para adoção, após análise criteriosa dos perfis dos candidatos a adoção, que será feita pelos voluntários da ONG.

O caso

Um cão foi encontrado debilitado e em estado deplorável na terça-feira (20) após ter tido os testículos cortados a sangue frio por um homem no bairro Urumari, em Santarém.

Voluntários da ONG União Animal chegaram até o cão e fizeram o resgate. O caso ganhou repercussão após ter sido compartilhado nas redes sociais.

O caso chegou ao conhecimento dos órgãos de proteção aos animais e agentes da Semma municipal que foram até o local fazer a autuação aos responsáveis pelo ato.

Castrar o animal sem condições de higiene, a sangue frio e fora do ambiente veterinário é crime. Esse procedimento só pode ser feito por médico veterinário.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.