Mulher é presa em Uberlândia (MG) após comercializar cágado pela internet

Mulher é presa em Uberlândia (MG) após comercializar cágado pela internet

Suspeita contou à polícia que o animal foi pego em uma pescaria. Animal silvestre foi encaminhado ao Lapas/UFU.

Uma mulher de 39 anos foi presa na manhã desta terça-feira (6), por comercializar um cágado, no Bairro Gravatás, em Uberlândia. Segundo informações da Polícia Militar de Meio Ambiente (PMA), a mulher já havia sendo procurada há algumas semanas após anunciar a venda do animal silvestre em uma rede social.

Ainda de acordo com a PMA, a mulher contou que o filho fez o anúncio, mas ela consentiu. A suspeita contou à polícia que o animal foi pego em uma pescaria por um amigo da família e estava na casa desde então. A voz de prisão foi dada em decorrência de crime ambiental pela captura, transporte, exposição à venda e manter o animal em cativeiro, sem devida autorização expedida pelo órgão competente.

A autora presa em flagrante foi conduzida à delegacia. O cágado foi encaminhado ao Laboratório de Ensino e Pesquisa em Animais Silvestre da Universidade Federal de Uberlândia (Lapas/UFU), para avaliação, exames e tratamento. Se for o caso, ele posteriormente será reintroduzido no habitat natural.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.