Mulher é presa suspeita de agredir e deixar cães sem comida e água, em Ponta Grossa, PR

Mulher é presa suspeita de agredir e deixar cães sem comida e água, em Ponta Grossa, PR
Dois cães foram encontrados em estado de desnutrição, em Ponta Grossa — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Uma mulher, de 37 anos, foi presa suspeita de maus-tratos a animais, no Bairro Cará-Cará em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, segundo a Polícia Civil. O caso foi registrado na segunda-feira (16).

Conforme a polícia, ela é suspeita de agredir alguns cães. Além disso, os cachorros encontrados estavam em péssimas condições de saúde, pois não tinham acesso à água e comida.

Dois cães em estado de desnutrição foram resgatados pela Polícia Civil e levados para Centro de Referência para Animais em Risco (CRAR) do município.

A polícia informou ainda que a prisão em flagrante ocorreu após denúncias sobre a suspeita.

O atendimento a denúncias de maus-tratos a animais da polícia tem o apoio do Ministério Público do Paraná (MP-PR), de Organizações Não-Governamentais (ONGs), do setor de zoonoses do município, além de clínicas, protetores e simpatizantes da causa animal.

Segundo a polícia, moradores podem denunciar pelo WhatsApp (42) 99827-9684 ou pelo telefone 181. 

Maus-tratos
 
A lei para o crime de maus-tratos prevê pena de dois a cinco anos de prisão, além de multa e a perda da guarda do animal.

O Paraná registrou, em média, 16 denúncias por maus-tratos a animais por dia entre janeiro e agosto deste ano pelo telefone 181, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Paraná (Sesp-PR). Foram 3.947 registros no Disque Denúncia no período.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.