Mulher joga cachorro por grade de casa e sai correndo, em Anápolis, GO; vídeo

Mulher joga cachorro por grade de casa e sai correndo, em Anápolis, GO; vídeo
Mulher joga cachorro por grade de casa e sai correndo, em Anápolis — Foto: Reprodução/TV Anhanguera

Uma mulher foi flagrada no momento em que joga um cachorro pela grade de uma casa, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Câmeras de segurança registraram o momento em que ela se desfaz do animal e sai correndo (veja o vídeo abaixo).

Vídeo: Mulher joga cachorro por grade de casa em Anápolis.

O caso aconteceu no último domingo (12), pouco antes das 11h. As imagens mostram quando a mulher chega de carro e estaciona na rua.

Ela desce com o cão nos braços, caminha pela calçada até uma casa e, de repente, joga o animal por uma grade. Em seguida, volta correndo para o carro e vai embora.

A dona da casa onde o animal foi abandonado disse à TV Anhanguera que o cão apresentava sinais de maus-tratos. Ele deu comida ao bicho, mas, como não podia ficar com ele, doou par outra família. Ela informou ainda que não pretende registrar ocorrência na polícia.

Casos como este podem configurar crime ambiental, cuja pena, em caso de condenação, varia de três meses a um ano de prisão.

MULHER JOGA CACHORRO POR GRADE DE CASA E SAI CORRENDO, EM ANÁPOLIS; VÍDEOUma mulher foi flagrada no momento em que joga um cachorro pela grade de uma casa, em Anápolis, a 55 km de Goiânia. Câmeras de segurança registraram o momento em que ela se desfaz do animal e sai correndo.O caso aconteceu no último domingo (12), pouco antes das 11h. As imagens mostram quando a mulher chega de carro e estaciona na rua.Ela desce com o cão nos braços, caminha pela calçada até uma casa e, de repente, joga o animal por uma grade. Em seguida, volta correndo para o carro e vai embora.A dona da casa onde o animal foi abandonado disse à TV Anhanguera que o cão apresentava sinais de maus-tratos. Ele deu comida ao bicho, mas, como não podia ficar com ele, doou par outra família. Ela informou ainda que não pretende registrar ocorrência na polícia.Casos como este podem configurar crime ambiental, cuja pena, em caso de condenação, varia de três meses a um ano de prisão.Fonte: G1

Julkaissut Rota Policial Noticias Keskiviikkona 15. heinäkuuta 2020

Por Sílvio Túlio

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.