Mulher leva filha de 2 anos para caçadas a fim de tornar a atividade 'normal'

Mulher leva filha de 2 anos para caçadas a fim de tornar a atividade ‘normal’

Beka Garris, de Ohio (EUA), está provocando revolta após postar fotos que a mostram saindo para caçar acompanhada da filha, de 2 anos. O objetivo, segundo a americana, é mostrar a caça como algo “normal” e “natural”.

Envolvida com caça de animais como veados e coelhos desde os 10 anos, Beka diz que está passando a tradição familiar para a filha, Isabella.

“Meu pai é um ávido caçador. Ele começou a me levar para caçar quando eu tinha 10 anos. Caçar e pescar se tornaram uma grande parte da minha infância. Agora, após a abertura da temporada de caça, vamos várias vezes na semana, passando algumas horas na floresta. Caçar com a minha filha pode demorar menos do que se eu fosse sozinha, pois quero ter certeza de que ela está se divertindo e fica confortável com o clima”, disse a americana, que caça com arco e flecha.

Beka Garris deixa a filha com coelho morto em caçada. Foto: Reprodução

O caso repercutiu nas redes sociais. Muitos se disseram “chocados” por Beka levar a filha para caçadas, especialmente por causa da idade da menina, e questionaram se a criança tem realmente noção do que está acontecendo. A americana rebateu dizendo que os pais devem educar os filhos da forma que mais lhes convém.

Beka acrescentou que espera ser um incentivo para que pais possam incluir mais vezes os filhos nas suas atividades na natureza, e isso pode envolver a caça. A americana disse respeitar os animais, pelo fato de a caçada se tornar um evento “memorável” e de “apreciação da beleza” das espécies.

Por Fernando Moreira 

Fonte: Extra

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.