Mulher leva sua cachorra debilitada para um último passeio de carro para ela respirar o ar puro entrando pela janela

Mulher leva sua cachorra debilitada para um último passeio de carro para ela respirar o ar puro entrando pela janela

A cachorra Libra foi adotada pela família Kramer há 15 anos, quando era apenas uma filhote de Pitbull. A simpática cadela rapidamente se tornou a companheira mais próxima e leal de April, a filha da família, que na época tinha apenas 8 anos. Ao longo do tempo, ela tornou-se um membro inestimável e essencial da casa, sempre muito carinhosa e amigável, tendo conseguido também manter uma bela relação de amizade com o gato da família, o Maxwell.

Depois de muitos anos, tanto April quanto Libra cresceram e com isso, estabeleceram uma amizade e uma confiança inigualáveis, tornando-se inseparáveis. Somente a morte poderia distanciá-los. O que, infelizmente, eles tiveram que viver recentemente. Com o passar do tempo, a saúde de Libra começou a piorar, ela passou a sofrer violentas convulsões. Em uma uma consulta com o veterinário, os Kramer descobriram que sua amiga de quatro patas tinha tumores no pulmão. Eles chegaram a tentar vários tratamentos, mas nada poderia ser feito. O destino de Libra infelizmente já estava escrito.

Fotos: April Kramer/LittleThings.

Libra sofreu muito e tinha apenas alguns dias de vida. A bexiga dela não parava de enfraquecer, causando-lhe uma agonia insuportável, o que só fez sua família entender melhor que era hora de deixá-la ir. Mas April não queria se distanciar de sua amada Libra sem agradecê-la por seu amor incondicional e eterno. Todos aqueles anos juntos para eles foram tesouros inestimáveis ​​e o mínimo que poderiam fazer por ela era dar-lhe um adeus digno. Uma viagem de carro, que era o que Libra mais gostava.

Libra amava colocar o focinho na janela e respirar o ar puro entrando no veículo em movimento.

Foi assim que ela conseguiu seu último passeio de carro a caminho do veterinário. Durante a viagem, April decidiu baixar a janela do carro para que Libra pudesse apreciar seu hobby favorito por 30 minutos. Meia hora de calma e paz, em que a cadela sentiu a brisa e, fechando os olhos, memorizou a paisagem que durante tantos anos a deixou tão feliz.

Uma cena comovente antes de ela deixar este mundo. Ela partiu feliz e tranquila, pois mesmo nas últimas horas se sentiu amada e pôde desfrutar das experiências que mais a fizeram feliz na vida. Hoje ela descansa em paz, depois de ter dedicado lealmente sua existência à sua companheira April.

Fonte: Conti Outra (com informações de UPSOCL)

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.