Mulher organiza mutirão para reformar casa com idoso e cães abandonados

Mulher organiza mutirão para reformar casa com idoso e cães abandonados

Larissa Muniz está desempregada e quer ajudar a melhorar a qualidade de vida no local

Por Patricia Gebara

SP saopailo vilamariana1

Larissa Muniz sempre gostou de ajudar. Por isso, sua reação não poderia ser diferente ao descobrir que, perto de sua casa, na Vila Mariana, em São Paulo, havia um local com 30 cães abandonados e dois idosos vivendo sem auxílio. Ao R7, a administradora contou que, há dois anos achou o local por meio de uma conhecida e que decidiu abraçar a causa.

— Quando chegamos lá pela primeira vez, abordei os senhores e, quando ele soltou os cachorros, eram 30. Tão magros que até passavam pela grade do portão. Todos superdesnutridos e os senhores constrangidos, falando que uma ONG ia retirar. Mas eu sei que ONG não retira. A casa estava destruída. Fedida, cheia de cocô, xixi para todo lado. Eu comecei a chorar, passar mal com o cheiro. E decidi abraçar essa causa.

Desde então, ela ajuda a alimentar e cuidar dos cachorros e conseguiu doar 25 cães. Um dos senhores faleceu no começo deste mês e, o outro, que precisa de cuidados médicos, tem uma filha de 19 anos que não consegue ajudar.

— Ele tem uma filha de 19 anos. Só que não mora lá. Mora em outro lugar e não tem condições de ajudar. Ele é sozinho, cardíaco e faz hemodiálise três vezes por semana.

Aos 27 anos, Larissa, no momento, está desempregada, mas conseguiu arrecadar dinheiro pelas redes sociais para castrar e vacinar os cães, além de doações de ração.

— Comecei a pedir pelo Facebook e conheci Luisa Mell, Renata Lacava, Vanessa, ex-BBB. Ia pedindo pelo Facebook, engordei todos e doei. Só que, dos 30, eram dez filhotes que nasceram das grávidas e o resto adultos, de dois, três anos. Agora, sobraram cinco. São todos supermedrosos. Bem bicho do mato. Há uma semana, um dos senhores faleceu e sobrou só um senhor na casa. E ele é doente, cardíaco e faz hemodiálise. O que morreu era o mais ‘saudável’, que descobriu um câncer há um mês e acabou falecendo.

A administradora pretende, neste sábado (14), fazer um mutirão para melhorar a qualidade de vida do idoso e doar os cães. O evento acontece às 14h e quem quiser participar pode entrar em contato com ela no número 9 8546-1776.

— Os cachorros estão lá, castrados, e estou dando comida. Mas a casa é complicada. Neste sábado, vou fazer um mutirão para limpar. Tem cocô, precisa de reforma, quando chove cai água. Tem mofo. Não dá para levar em feira porque eles não tão acostumados com coleira. Eles precisam socializar para depois doar. Se reformasse a casa, eu deixaria eles lá. Pelo menos, seria um jeito de dar uma vida melhor para o senhor e os cachorros. Minha ideia inicial é tirar os cachorros de lá e ajudar o senhor como eu puder.

Larissa ressalta que os cães são bem medrosos e é preciso muita paciência para lidar com eles. Se você não quiser adotar, pode apadrinhá-los e ajudar com doações.

Cães abandonados precisam de ajuda:

Fonte: R7

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.