Mulher pede demissão para cuidar de cachorro que sofria de ansiedade

Mulher pede demissão para cuidar de cachorro que sofria de ansiedade
Asha Dillon criou a empresa Leadr Pet, de suplementos veterinários. Reprodução/LinkedIn 08.08.2023

A australiana Asha Dillon passou por uma experiência que muitos tutores de pets vivenciam: a de sair para trabalhar e deixar o animal em casa ansioso. A nutricionista ficava tão angustiada com a cena que decidiu largar o emprego para ajudar o animal a tratar a ansiedade de separação.

Embora a mulher de 30 anos dedicasse parte de seu tempo livre aos cuidados com o cocker spaniel chamado Romeo, o pet dava sinais que a atenção não era a suficiente. Ele uivava, rasgava os móveis, roía os sapatos, seguia a tutora em todos os cômodos da casa e a acompanhava até mesmo no banho.

“Eu me senti responsável pelo comportamento destrutivo de Romeo e tive que fazer tudo ao meu alcance para ajudá-lo”, contou Asha ao Daily Mail. “Muitos dos animais de estimação que foram adotados durante a pandemia [caso de Romeo] desenvolveram ataques intensos de ansiedade de separação”.

Por Rafael Nascimento

Fonte: iG

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.