Mulher puxa cachorro de rua para fora dos trilhos da ferrovia segundos antes da chegada do trem; veja vídeo

Mulher puxa cachorro de rua para fora dos trilhos da ferrovia segundos antes da chegada do trem; veja vídeo
Por: INSTAGRAM / THEBLACKTHORNBERRY

Uma protetora de animais recebeu uma mensagem no Facebook sobre um pit bull cinza e branco jogado em um parque ao longo dos trilhos de uma ferrovia e, imediatamente, pegou seu equipamento, chamou um amigo e um colega resgatador que morava nas proximidades para obter ajuda.

A cachorra grande era fácil de localizar nos trilhos do trem, mas isso não o tornava fácil de pegá-la. “Eu a segui por 3 milhas descendo os trilhos do trem, minha adrenalina estava correndo,” Nina Love disse ao The Dodo.

Embora tenha ficado claro que Nina estava colocando sua vida em risco, quando ela olhou nos olhos da cachorrinha, ela sabia que não poderia desistir.

“Eu estava tremendo de medo, mas queria salvá-la porque olhei em seus olhos, e ela clamava por ajuda. Ela estava com medo, então mantive distância e fui paciente.”

A amiga de Nina havia trazido seu cachorro, Teddy, e a presença de outro filhote parecia deixar o cachorro perdido mais confortável.

“Abaixamos a cabeça e minha amiga conversou com ela enquanto Teddy subia”, disse Nina. “Ela estava hesitante, mas meu amigo a segurou até que eu me aproximei e fui capaz de prendê-la.”

O grupo ainda estava nos trilhos quando um trem veio em sua direção. Felizmente, eles foram capazes de sair do caminho bem a tempo. “Segundos depois de ter pegado a cadela, o trem chegou e nossa adrenalina estava tão alta que nem ouvimos a buzina”, disse Nina.

Você pode assistir ao incrível resgate aqui:

O alívio de estarem todos seguros foi avassalador, e a mulher não pôde deixar de chorar. “Foi extremamente emocionante”, declarou Nina.

Nina trabalha incansavelmente para ajudar cães de rua na Filadélfia, visitando depósitos de lixo locais e respondendo a postagens de mídia social e chamadas de residentes da comunidade. “Quero que as pessoas saibam que não há problema em amar os animais. Todos nós residimos aqui na Terra e devemos aprender a coexistir juntos”, afirmou.

“Enfrentei muitos desafios por ser um afro-americana e sofri ameaças raciais porque estou neste campo. Mas eu continuo forte para eles porque eles precisam de nós”, acrescentou.

A cachorrinha já está sendo tratada e espera por um lar adotivo. “Ela se sai bem na coleira e gosta de almôndegas como guloseimas. Mais importante, ela adora ser animal de estimação e merece sua segunda chance na vida”, concluiu Nina.

Fonte: BNews PET

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.