Mulheres são flagradas abandonando gata prenha e filhotes em frente a clínica veterinária no litoral de SP

Mulheres são flagradas abandonando gata prenha e filhotes em frente a clínica veterinária no litoral de SP
Mulheres abandonam três gatas em frente a uma clínica veterinária em São Vicente — Foto: Reprodução

As câmeras de monitoramento de uma clínica veterinária de São Vicente, no litoral de São Paulo, registraram o momento em que duas mulheres abandonam dois gatinhos e a mãe deles, já prenha de uma nova ninhada. Ao g1, a médica veterinária Alessandra Silva Gonçalves ressaltou que abandono de animais configura como crime de maus-tratos.

VÍDEO: Mulheres são flagradas abandonando gata prenha e filhotes em frente a clínica veterinária

O caso ocorreu na noite do último sábado (20), por volta das 22h, em uma clínica que funciona 24 horas na Rua Guarany, no Parque São Vicente. Nas imagens cedida pela veterinária, é possível ver duas mulheres se aproximando, e que uma delas segurava a caixa de transporte, que é deixada em frente ao estabelecimento. Em seguida, um carro dá a ré e para, deixando que elas embarquem para fugir.

“A minha funcionária, a recepcionista, me ligou desesperada. Essas duas moças chegaram em um carro [das imagens]. Alguém está dirigindo, eles passam um pouquinho [da clínica] e elas vêm andando a pé. Dentro da caixa tem uma gata prenha e duas filhotes”, explica. Após a fuga, os animais foram recolhidos na clínica e já estão sob os cuidados da equipes, que constatou que elas estão com sarna.

Gatinhas estão sendo cuidadas em uma clínica veterinária de São Vicente — Foto: Arquivo pessoal
Gatinhas estão sendo cuidadas em uma clínica veterinária de São Vicente — Foto: Arquivo pessoal

Segundo Alessandra, o abandono de animais é uma prática recorrente, e inclusive, já aconteceu outras vezes no estabelecimento dela. Ela aponta que ter um animal requer muita responsabilidade, pois cabe ao tutor zelar pela segurança, bem estar e cuidados com o animal. Além disso, ela frisa que abandonar é crime, enquadrado no artigo 30 da lei Lei 9.605/98, que pode gerar detenção de três meses a um ano, e multa.

A veterinária registrou o caso no 2º Distrito Policial de São Vicente para que a polícia investigue e encontre os infratores. “A gente precisa esclarecer e mostrar para essas pessoas, trazer a conscientização de que o abandono de animais é crime e não é a solução. O ato de ter uma animal, a guarda responsável. [O animal] é um responsabilidade, é uma vida”, finaliza a profissional.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.