ES itapemirim animais

Multa e perda de tutela para quem deixar animais abandonados em Itapemirim, ES

Os tutores têm até sete dias para quitar o valor da multa e recuperar o animal recolhido pelo zoonoses do município, ou então, ele será doado para outra pessoa após o prazo.

Por Alissandra Mendes

Os animais soltos em vias públicas e rodovias são uma das principais causas de acidente. No início de abril, um motociclista se acidentou em Itapemirim depois de se deparar com um cavalo solto na pista. Para evitar esse tipo de ocorrência, uma equipe de zoonoses de Itapemirim está acompanhando de perto os tutores de animais de grande porte.

Se constatado o abandono, os tutores desses animais soltos na rua serão recolhidos imediatamente. O tutor tem sete dias para pagar a multa estipulada pelo zoonoses e retirar o animal, caso contrário, ele será doado.

“Os animais soltos em vias públicas causam grande preocupação. É comum que cavalos soltos revirem depósitos de lixo, por exemplo, sem contar o risco de causar acidentes, como aconteceu na avenida que liga a Barra de Itapemirim, em Marataízes, à sede de Itapemirim, quando um cavalo solto foi responsável por derrubar um motociclista. Felizmente, o acidente não causou mais do que prejuízos materiais”, comenta o coordenador da zoonoses, Ivanildo Delfino Leite.

O cavalo que causou o acidente foi recolhido e o tutor notificado e, como não providenciou sua retirada dentro do prazo estabelecido pela lei, o cavalo foi encaminhado para doação. Segundo o coordenador a responsabilidade dos proprietários vai além de simplesmente alimentar e guardar os animais.

“Nós trabalhamos diariamente no recolhimento desses animais e, quando o proprietário não nos procura, os encaminhamos para doação para alguém que realmente tenha responsabilidade e local adequado para a criação. Quando o dono nos procura, é necessário pagar uma multa pela falta de responsabilidade, mas isso não deveria ser a maior preocupação dos donos desses animais. O mais importante é que cada um tenha consciência de sua responsabilidade com a vida do animal e de toda a sociedade”, completa Ivanildo.

Para retirar um animal recolhido pela zoonoses, o tutor precisa pagar uma multa no valor de R$ 49,50, caso tenha sido a primeira ocorrência sofrida. Em caso de reincidência, o valor da multa sobe para R$ 123,67. Além da multa, o proprietário precisa pagar uma diária pela guarda do animal no valor de R$ 9,62.

Fonte: Folha Vitória

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.