Castração diminui a agressividade do animal — Foto: Arquivo Pessoal/Reynaldo Dias Landgraf Junior

Mutirão de castração animal é realizado em Muriaé (MG) até a próxima sexta-feira

Será realizada em Muriaé, a partir desta terça-feira (14), a segunda edição do Mutirão de Castração de Animais. Durante o evento, interessados em adotar animais domésticos podem aproveitar a feira de adoção que também é realizada no local.

A expectativa é que cerca de 200 cães e gatos sejam atendidos até a próxima sexta-feira (17), pelo projeto que tem como objetivo diminuir a população de animais de rua, cuja grande parte resultam de filhotes indesejados de cães e gatos com tutores e também os riscos à saúde dos animais.

Para a realização dos atendimentos, um caminhão-consultório – conhecido popularmente como castramóvel – ficará está instalado em frente ao antigo Centro de Especialidades, na Praça João Pinheiro, no Centro.

Nesta segunda edição do projeto, as castrações serão realizadas nos cães e gatos que já estavam na fila de espera, e cujos donos fizeram cadastro prévio na Secretaria Municipal de Saúde da cidade. As cirurgias ocorrerão das 7h às 17h.

A Secretaria de Saúde informa que o projeto não realizará as castrações em cães das raças Yorkshire, Lhasa Apso, Shitsu, Pug, Buldogues inglês e francês, Maltês, Boxer, Pequinês, Pinsher com menos de 3kg e Sprite Alemão, por essas raças demandarem protocolo anestésico específico no caso de cirurgia.

Orientações

Os tutores dos bichinhos devem ficar atentos para alguns cuidados pré-operatórios.

Confira a lista de orientações:

  • Caso o animal seja instável, o dono deve levá-lo de focinheira e colar elisabetano do tamanho do animal.;
  • Os cães fêmeas devem chegar as 8h;
  • Já os machos devem ser levados ao castramóvel à partir das 13h;
  • Os gatos devem chegar à unidade de atendimento as 7h30, dentro da caixa de transporte;
  • Os animais precisam estar em jejum total de água e comida a partir das 22h do dia anterior a cirurgia – com exceção dos cães machos, cujo jejum pode ser a partir das 5h.
  • Os tutores precisam estar atentos para que os animais sejam vistos comendo no horário estipulado e não deixem comida e água em lugar que os mesmos tenham acesso. É recomendado que os cães e gatos sejam mantidos dentro de casa no dia anterior ao procedimento, para que não comam nada. Restos de comida ou água no estômago podem ser fatais durante a cirurgia;
  • Uma outra orientação é que os donos levem mantas ou cobertores para os bichinhos, pois os mesmos podem sentir frio após a operação.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.