Colombia animais domesticos abandonados

Na Colômbia existem 900 mil animais domésticos abandonados

Por Juan Manuel Ruiz e Fernando Posada / Tradução de Nelson Paim

Na Colômbia é estimado haver cerca de 900 mil animais domésticos em situação de abandono nas ruas, dos quais cerca de 120 mil estariam em Bogotá. A lei 1774 de 2016 contra maus-tratos a animais assinala que o abandono é uma forma de violência que deve ser radicalizada. Para enfrentar esta problemática, tanto em matéria de maus-tratos como também de saúde pública, as autoridades de saúde têm promovido a adoção de mascotes, junto a campanhas de responsabilização e esterilização.

A adoção é uma nova tendência no mundo e está trocando a maneira como as pessoas se relacionam com os animais. Cerca de 2,7 milhões de cães e gatos são adotados por ano nos Estados Unidos em mais de 13 mil abrigos animais, o que permite dimensionar o tamanho deste fenômeno.

Na Colômbia ainda não existem dados pontuais de adoção animal a nível nacional, mas no centro de zoonoses do distrito, em Bogotá, 750 cães e 250 gatos foram adotados em 2015.

A adoção como política pública, acompanhada por campanhas de esterilização e guarda responsável, tem dois lados estratégicos: é uma solução parcial para a problemática do abandono animal e também busca eliminar riscos para a saúde pública, que decorrem dos animais soltos nas ruas.

Representantes da Secretaria da Saúde de Bogotá explicaram a RCN radio que cerca de 120 mil animais domésticos vivem nas ruas da cidade em condição de abandono e expostos a maus-tratos, dos quais aproximadamente 90 mil são cães e 30 mil são gatos.

José Fernando Valderrama, vice-diretor do departamento de enfermidades transmissíveis do Ministério da Saúde, afirma que a adoção de animais e as campanhas de esterilização são uma importante estratégia para enfrentar as condições as quais estão expostos os animais abandonados no país e os riscos que representam para a saúde pública. “Impulsionamos todo o tema da adoção e guarda responsável de animais de estimação”, explica Valderrama, que ainda lembra que no país “podem haver cerca de 900 mil animais em situação de rua”.

Valderrama ainda afirma que a vacina antirrábica é obrigatória para as mascotes e que, como parte da política pública que busca desenvolver a guarda responsável, é gratuita em todo território nacional.

No centro de zoonoses de Bogotá cerca de 100 animais de estimação, resgatados das ruas da cidade, são mensalmente adotados, segundo explicou a Radio RCN, Mauricio Vargas, veterinário do centro. “A adoção é um ato humanitário onde se reconhece o animal como um ser sujeito de direitos”, pontua Vargas, que explica que todos os animais prontos para serem dados para adoção se encontram desverminados, esterilizados e contam com microchip de identificação.

Desde os primeiros dias do movimento animalista na Colômbia, Lina Chaves tem feito parte de várias ONGs nas quais tem defendido os direitos animais. Chaves conta que um dos fatos mais curiosos nos últimos anos é que as raças dos animais de estimação não são distintas entre classes sociais e que a adoção de cães sem raça definida (SRD) tem tomado força em todas as esferas da sociedade colombiana.

“Às vezes os pais não estão muito de acordo e são os filhos que desejam adotar. O resultado disso é que muitas vezes quem termina apaixonado são os pais. Toda a família se apaixonada pelo animal de estimação. Os animais adotados são os mais gratos”, sustenta Chaves.

Catalina Reyes, uma das líderes da ONG Animais Livres de Tortura (ALTO) também afirma que “a única possibilidade real de acabar com a condição de animal de rua em que se encontram cães e gatos da cidade é levando em conta a adoção e deixando de lado a compra de animais (…) se é um cão ou gato SRD é muito melhor: ele vai ter uma raça única”. Reyes complementa que “se sente muito bem em salvar uma vida”.

“Quão ético é que os animais que sentem prazer e dor como nós estejam nas ruas sentindo frio e fome enquanto muitos de nós podemos tomar a valente decisão de tirá-los dessa condição?” questiona a ativista.

Colombia animais domesticos abandonados2

Colombia animais domesticos abandonados3

Colombia animais domesticos abandonados4

Colombia animais domesticos abandonados5

Colombia animais domesticos abandonados6

Colombia animais domesticos abandonados7

Colombia animais domesticos abandonados8

Colombia animais domesticos abandonados9

Colombia animais domesticos abandonados10

Colombia animais domesticos abandonados11

Colombia animais domesticos abandonados12

Colombia animais domesticos abandonados13

Colombia animais domesticos abandonados14

Colombia animais domesticos abandonados15

Fonte: RCN Radio

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.