Não é só o Jallikattu: 12 casos de crueldade horrível contra animais ao redor da Índia

Não é só o Jallikattu: 12 casos de crueldade horrível contra animais ao redor da Índia

Os protestos ao Jallikattu chegaram à Delhi com números recordes de pessoas, incluindo estudantes de Tamil Nadu manifestando-se contra a proibição do esporte que domestica touros. Os manifestantes, liderados por advogados de Tamil na Suprema Corte, marcharam de Mandi House para Jantar Mantar, mostrando frases contra a ONG PETA e contra a proibição do Jallikattu.

Os manifestantes, que passaram dos 200, alegaram que eles não possuem nenhuma afiliação a nenhum partido político ou organização. “Nós não temos nenhuma afiliação política. Nós nos juntamos aqui pela proteção da cultura de Tamil e sua rica herança”, o ativista Mayilsamy, um advogado da Suprema Corte que estava entre os manifestantes, disse ao PTI.

Mas Jallikattu não é o único evento onde há crueldade animal na Índia. Aqui estão outros 12 casos ao redor do país:

1. Durante o festival Ooru Habba em Karnataka, dois búfalos e duas cabras são sacrificados do lado de fora do Parque Nacional Bannerghatta perto de Bengaluru. Os animais são perfurados com um tridente e as pessoas bebem seu sangue.

2. Myoko, o festival da monção, é celebrado por Apatanis – uma grande tribo do vale do Ziro em Arunachal Pradesh – com um Gaial (também chamado mithun, uma importante espécie bovina) sendo sacrificado em um ritual em um terreno sagrado por um sacerdote.

3. Na feira anual da aldeia Mailapur, no distrito Yadgir de Karnataka, adoradores jogam cordeiros vivos no palanquim de Maulareshwara. Na confusão, centenas de devotos pisoteiam e matam os jovens animais.

4. Durante o evento anual rath yatra, cerca de 1.500 cabras são sacrificadas no templo Shree Yedumata, na aldeia Pimpledari, distrito de Ahmednagar em Maharashtra. O sacrifício ocorre todos os anos, apesar dos protestos.

5. Em 2012, no 17º dia do mês Chithirai de acordo com o calendário Tamil, 5.000 cabritos foram sacrificados durante um festival do templo em Poosariyur, perto de Anthiyur em Tamil Nadu. O sangue dos animais foi consumido pelos sacerdotes e devotos.

6. Em um templo dedicado ao ídolo tribal Baba Dongar em Ranapur, no distrito de Jhabua, em Madhya Pradesh, cerca de 500 animais, geralmente cabras e galinhas, são sacrificados ilegalmente pelos sacerdotes a pedido dos devotos.

7. Em 2015, o ativista dos direitos dos animais e Ministro da União Maneka Gandhi escreveu ao Ministro de Defesa contra animais vivos sendo jogados de aviões para que as tropas localizadas em áreas remotas conseguissem ter carne fresca.

8. Festivais como Shand e Bhunda envolvem um grande número de animais sendo mortos usando uma faca por um homem conhecido como Beda para agradar à deusa kali e espantar espíritos maldosos, na entrada do templo perto de Shimla.

9. Em regiões ao redor de Pune, cabras e galinhas são sacrificadas para o deus Vetala. Na Maharashtra ocidental, o sacrifício animal é praticado para pacificar as divindades femininas que supostamente governam os bosques sagrados.

10. Em Kalighat, West Bengla, milhares de ovelhas são sacrificadas todos os anos. Em outras partes também, um sacerdote recita o Gayatri Mantra no ouvido do animal a ser sacrificado para libertá-lo do ciclo de vida e morte.

11. Os Sikhs Nihangs e Hazuri sacrificam cabras durante os festivais do Diwali e Hola Mohalla, e as distribuem em forma de mahaprashad (vários pratos oferecidos ao Lord Jagannath) pelos congregados. Qualquer pessoa que se converte em Nihang Sikh tem que sacrificar um animal.

12. Em Terekol de Goa, o costume bárbaro de garotos adolescentes morderem um leitão até a morte em celebração do batismo de São João acabou em 1989 após protestos de ativistas dos direitos dos animais, fundos de caridade e ONGs.

Tradução de Alice Wehrle Gomide

Fonte: Daily News & Analysis


Nota do Olhar Animal: Jallikattu é similar a um rodeio, em que os participantes humanos tentam se manter agarrados à corcova de um boi.