No Japão, há um parque termal para que macacos tomem banho

No Japão, há um parque termal para que macacos tomem banho

Por Elias Nascimento

Japao parque termal macacos1

As regiões mais ao norte do Japão são conhecidas por suas baixas temperaturas e por suas fontes de águas termais. Mas isso não impede que por lá viva um curioso primata, adequadamente chamado de macaco-japonês, uma vez que é originário daquele país.

Também chamado de macacos-da-neve, esses animais possuem uma espessa pelagem, com duas camadas isolantes, o que permite que eles sobrevivam ao inverno da região, que chega a registrar temperaturas de -20º C. Essa pelagem também possibilita a esses macacos tomarem um bom banho de água quente nas fontes termais que existem por lá.

E a admiração que esses bichos causam é tão grande que, em 1964, a prefeitura de Nagano mandou expandir uma das fontes naturais que existem na área, apenas para que os macaquinhos pudessem se aquecer. Hoje, o lugar é conhecido como Parque de Macacos Jigokudani – Vale do Inferno, em japonês. O nome vem da constante formação de vapor na região, resultante da intensa atividade vulcânica sob a superfície.

Atualmente, mais de 150 macacos se aproveitam da fonte durante o ano todo, mas é nos meses de inverno, principalmente janeiro e fevereiro, que eles se concentram com maior frequência no parque. Para quem quiser visitar o local, ele só é acessível através de uma trilha que serpenteia por uma floresta próxima. Por isso, se prepare para caminhar um pouco no frio antes de poder fotografar os animais lavando seus alimentos ou atirando bolas de neve uns nos outros.

Japao parque termal macacos2

Japao parque termal macacos3

Japao parque termal macacos4

Japao parque termal macacos5

Japao parque termal macacos6

Japao parque termal macacos7

Japao parque termal macacos8

Japao parque termal macacos9

Japao parque termal macacos10

Japao parque termal macacos11

Japao parque termal macacos12

Japao parque termal macacos13

Japao parque termal macacos14

Japao parque termal macacos15

Fonte: Mega Curioso / All That Is Interesting/Kiri Picone

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.