Nova Friburgo (RJ) ganha unidade móvel para atendimentos de urgência a animais abandonados

Nova Friburgo (RJ) ganha unidade móvel para atendimentos de urgência a animais abandonados

A unidade móvel foi lançada na última quinta-feira e deve circular oficialmente pelas ruas da cidade daqui há 50 dias.

A Cooperativa de Trabalho de Proteção Animal de Nova Friburgo (CPA) está lançando uma novidade que promete ajudar, e muito, os animais que vivem em estado de abandono pelas ruas do município. A Unidade Móvel CPA, cedida por iniciativa privada a cooperativa e com viabilidade técnica do Programa Sustenta-Vida da Universidade Federal Fluminense (UFF), participou de uma carreata de apresentação do projeto, circulando pelas principais vias da cidade na tarde da última quinta-feira, 30 de junho.

Equipada com aparelhos modernos e boa infra-estrutura, a unidade realizará campanhas de castração em animais carentes, com o intuito de reduzir o número de cães e gatos abandonados. A unidade também realizará atendimentos de urgência em animais que são vítimas de maus tratos.

Vale frisar, entretanto, que não serão realizadas cirurgias nem atendimentos em animais que possuem tutores que possam arcar com procedimentos convencionais em clínicas. Para isso, a CPA irá fazer uma triagem rigorosa no sentido de garantir o atendimento apenas aos casos de real necessidade.

A van contará com diversos equipamentos como mesa cirúrgica, autoclave para esterilização, respirador mecânico, kits cirúrgicos em quantidade suficiente para campanhas de castração e oxigênio, dentre outros.

“Em um prazo de aproximadamente 40 ou 50 dias a unidade móvel estará com interior adaptado e pronta para ir às ruas. A ideia é que as campanhas itinerantes cheguem aos bairros de Nova Friburgo, outras cidades da serra e Região dos Lagos”, afirmou o membro da Cooperativa de Trabalho de Proteção Animal, Adriano Freitas.

Os insumos da Unidade Móvel CPA são cedidos pela empresa Virbac, indústria de origem francesa do ramo de produtos veterinários.

Fonte: A Voz da Serra

MAIS NOTICIAS

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.