Núcleo de Bem Estar Animal garante que não haverá festa com rodeio em Petrópolis, RJ

Núcleo de Bem Estar Animal garante que não haverá festa com rodeio em Petrópolis, RJ

Por Bruno Rodrigues

RJ petropolis 3233espora

“Em hipótese nenhuma haverá rodeios em Petrópolis”, garante a veterinária Rosane Portugal, responsável pelo Núcleo de Bem Estar Animal, da Prefeitura de Petrópolis. Ela esclarece que, até agora, só houve o interesse dos responsáveis pela 25ª Expo, manifestado em uma conversa, em fazer um evento como a Festa do Peão de Barretos no município. Nas redes sociais, principalmente, corre o botado de que a festa foi confirmada para setembro e as pessoas já se manifestam a favor dos animais.

Segundo Rosane, no entanto, até agora não há nada oficializado e mesmo se a festa acontecesse não haveria rodeios e maus tratos aos animais. “A prefeitura está criando uma Coordenadoria de Bem Estar Animal. Não teria o menor o sentido se houvesse esse tipo de evento aqui no município”, informou a veterinária.

O Projeto de Lei 179/2013, de autoria da vereadora Gilda Beatriz, está em tramitação na Câmara dos Vereadores. Ele proíbe no município a realização de eventos com a utilização e exibição de animais. Desta forma, não será possível festas com rodeios, touradas, eventos, espetáculos e apresentações congêneres que utilizem ou exibam animais da fauna silvestre, exótica e doméstica, segundo definição do IBAMA.

“É bem verdade que nossa cidade não tem em sua cultura a realização de rodeios e espetáculos dessa natureza. Estes, aconteciam durante as edições das feiras agropecuárias que há algum tempo também não são realizadas. Desta maneira, é que enfatizamos essa medida como preventiva à realização de novos rodeios. Existe um vasto estudo neste sentido, atestado por médicos veterinários com relação aos maus tratos e sofrimentos vividos pelos animais”, justifica o Projeto de Lei, feito em novembro do ano passado e que deve ser votado na primeira quinzena de julho.

Além disso, outras entidades são contra a prática de rodeios. Em um ofício enviado pelo Convention & Visitors Boureou, por exemplo, o grupo disse “repudiar qualquer atração que se beneficie de maus tratos a animais” e garante, ainda, que este tipo de evento traz mais prejuízos que benefícios à economia da cidade.

A presidente da ONG AnimaVida, Ana Cristina Ribeiro, explica que, embora haja o posicionamento da prefeitura para que não haja rodeios no municípios, uma lei específica é necessária para que os próximos governos não adotem este tipo de festa. “Temos que continuar cobrando dos vereadores para que eles votem à favor da lei. Isso será um benefícios para toda a cidade, já que não é economicamente viável e, muito menos, faz bem aos animais”, declarou.

Fonte: Tribuna de Petrópolis

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.