Número de animais abandonados cresce em Araçatuba (SP) durante a pandemia

Número de animais abandonados cresce em Araçatuba (SP) durante a pandemia
Cão espera por um novo lar em uma ONG de Araçatuba. — Foto: Reprodução/TV TEM

O número de abandono de animais cresceu em Araçatuba (SP) neste ano em relação ao ano passado. De acordo com o Centro de Controle de Zoonoses da cidade, 32 resgates foram feitos em junho deste ano. No mesmo período do ano passado, 16 animais foram levados para o abrigo.

Vídeo: Número de animais abandonados aumenta em Araçatuba.
 

“O abandono de animais pode colocar em risco à saúde pública”, afirma a médica veterinária do Centro de Controle de Zoonoses de Araçatuba.

Todos os animais resgatados e levados para o Centro de Controle de Zoonoses passam por um protocolo padrão. Eles recebem cuidados, são castrados e colocados para a adoção em seguida.

A médica veterinária Elisângela Rocha da Silva fez uma visita ao canil e resolveu que não poderia voltar para a casa sem os novos integrantes da família.

“Sempre que posso, eu resgato algum animal. Acho que é o mínimo que podemos fazer. Infelizmente, o índice de abandono é muito grande”, conta.

Incentivo à adoção
 
Uma ONG de Araçatuba realiza uma campanha de adoção para encontrar um novo lar para cães e gatos que foram abandonados.

“Infelizmente, houve um aumento de 30 a 40% durante a pandemia. Acreditamos que por conta do desemprego e dificuldades financeiras as pessoas acabam abandonando”, explica a presidente da ONG, Cintia Barbieri.

Ao todo, dez pessoas cuidam dos animais, que ficam separados e recebem atendimento especializado. Os interessados em realizar uma adoção responsável podem procurar atendimento pelas redes sociais.

“A pessoa tem que ser maior de idade, ter uma casa com fundo que acolha o animal e cuidar bem dos animais”, afirma a presidente.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.