Número de animais resgatados por bombeiros em Manaus passa de 180

Número de animais resgatados por bombeiros em Manaus passa de 180

Cães, gatos, preguiças, jacarés e cobras lideram lista de resgate em 2014. Equipe de resgate pode ser acionada a qualquer hora pelo número 193.

AM manaus preguica

De janeiro a novembro de 2014, 185 animais entre domésticos e silvestres, foram capturados por estarem em situação de risco em Manaus, segundo dados do Corpo de Bombeiros. Entre os animais domésticos mais resgatados estão gatos e cachorros. Entre os silvestres estão preguiças, jacarés e cobras.

De acordo com o tenente Janderson Lopes, é comum os animais domésticos ficarem acuados durante os resgates, o que não oferece risco aos militares. “Talvez o instinto deles mostre que estamos ali para ajudá-lo a sair daquela situação difícil, e eles acabam, mesmo com o medo, ficando quietos e facilitando o resgate. Os animais silvestres tem instinto diferente, mas, no geral, conseguimos resgatar todos com segurança”, disse o tenente.

Os animais domésticos resgatados são devolvidos aos donos ou levados para a base do Corpo de Bombeiros, onde permanecem por uma semana. Caso o dono não seja encontrado nesse período, o bicho é doado. Se ninguém adotar os animais, eles são levados para o Centro de Controle de Zoonoses.

Todos os animais silvestres resgatados são encaminhados ao Refúgio da Vida Silvestre Sauim Castanheiras, situado na Zona Leste da cidade.

Segundo o tenente Janderson Lopes, até novembro deste ano, 112 animais domésticos e 73 animais silvestres foram resgatados na área urbana da capital.

Lopes afirma que cuidados como colocar coleiras nos bichos e atentar para os locais onde os animais costumam passear são precauções que os donos devem tomar para evitar que o bicho se distancie e caia em bueiros, ou fique preso em uma área de difícil acesso.

“Em um dos resgates, o cachorro estava no quintal que vivia, bem atrás de um barranco. Com a chuva o barranco deslizou e o cachorro ficou preso no barro, em um ângulo de cerca de 90º. Tivemos que montar um sistema de cordas para poder descer e chegar até o local. Apesar de toda a dificuldade, conseguimos trazê-lo de volta e devolver à dona”, relatou o tenente do Corpo de Bombeiros.

O Corpo de Bombeiros disponibiliza, 24 horas por dia, o número 193 para solicitação de resgate de animais. De 7h às 20h, é possível pedir socorro também pelo número 0800 720 4040.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.