O Nepal descobriu como salvar seus rinocerontes

O Nepal descobriu como salvar seus rinocerontes

Por Sarah V. Schweig

Os rinocerontes estão em ascensão no Nepal! A repressão no país sobre a caça ilegal teve êxito por mais um ano inteiro. É a terceira vez em cinco anos que isso foi alcançado na nação do sul da Ásia, lar do maior rinoceronte de um chifre.

645 rinocerontes podem agora chamar as planícies do Nepal de lar, acima dos 534 animais em 2011 – um aumento de 21 por cento. Uma grande conquista, quando você considera a diminuição extrema em todo o mundo. Apenas 29.000 rinocerontes existem hoje em todo o deserto Asiático e Africano, abaixo dos 500.000 no início do século 20. E algumas subespécies estão muito à beira da extinção, como o Rinoceronte Branco do Norte, o qual tem apenas três indivíduos remanescentes.

nepal rinocerontes1

Alguns protetores de rinocerontes têm tentado desesperadamente manter estes animais majestosos a salvo da caça desenfreada que ameaça sua existência. Alguns rinocerontes nas zonas mais perigosas foram transportados para escapar caçadores que os matam por seus chifres, os quais rendem enormes somas de dinheiro no mercado negro.

O Nepal não tem aparecido nas notícias por essas felizes razões ultimamente. O terremoto de magnitude de 7,8 em 25 de abril atingiu as pessoas e os animais do país.

nepal rinocerontes2

“Os resultados encorajadores da quantidade de rinocerontes são um impulso para os esforços de preservação do Nepal, mesmo enquanto o país tenta se recuperar do terremoto devastador que abalou a nação”, disse Tika Ram Adhikari, diretor-geral do Departamento de Conservação de Parques Nacionais e da Vida Selvagem do Nepal, em um comunicado.

“Histórias como esta fornecem também um raio de esperança necessário para as pessoas acreditarem que, embora o solo possa ter chacoalhado sob seus pés, eles ainda permanecem altivos, determinados e incentivados a reconstruir um país que inspira o mundo”, disse Anil Manandhar, Representante Nacional da WWF (World Wide Fund for Nature – Fundo Mundial para a Natureza) no Nepal, em um comunicado.

Fonte: The Dodo

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.