Tartaruga presa rede pesca

O olhar único de uma tartaruga presa em uma rede de pesca mostra como nós falhamos com elas

Por Jaime Mishkin / Tradução de Carolina Candido de Jesus

Imagine como seria estar enrolado em uma rede de pesca. Você perderia toda a sua capacidade de se movimentar livremente, buscar os recursos básicos que você precisa, e as possibilidades são de que você não estaria muito feliz. Se alguém fizesse isso com você conscientemente, como você se sentiria?

Esse olhar de uma tartaruga marinha enrolada em uma rede de pesca pode te dar uma boa ideia.

Tartarugas são frequentemente as infelizes vítimas de redes de pesca. Redes fantasmas ou redes de pesca que foram cortadas ou caíram de barcos e foram deixadas para flutuar no oceano representam uma séria ameaça à vida marinha.

Por exemplo, muitas tartarugas são vítimas de redes de pegar peixes, utilizadas na indústria da pesca comercial. Estas redes flutuam verticalmente na água como uma teia de aranha enorme e apanham grandes quantidades de peixe de uma só vez, já que elas são arrastadas por grandes áreas de água. Infelizmente, e não surpreendentemente, essas redes de pesca também capturam grandes quantidades de animais não alvos – conhecidos como “capturas acessórias” – como aves e mamíferos. E quando “capturas acessórias”, como esta tartaruga, ficam enroladas, elas perdem a capacidade de ir à superfície para respirar, muitas vezes levando-as à morte. Considerando que cerca de  40 por cento de toda a captura de peixe é composta por capturas acessórias, a verdadeira devastação provocada por essas redes se torna evidente.

E redes não são a única ameaça que as tartarugas marinhas encontram. Outra grande ameaça à existência das tartarugas? Plástico. Estima-se que cerca de 700 espécies marinhas  se deparam com extinção devido à ameaça que o plástico representa por emaranhamento, poluição e ingestão. Com cerca de 8,8 milhões de toneladas de plástico que vão da terra para os oceanos a cada ano, não é nenhuma surpresa que estes notáveis ​​animais marinhos estão sofrendo em nosso nome.

Apenas um olhar desta tartaruga nos diz que temos que assumir a responsabilidade por nossas ações e fazer tudo para ter certeza de que as tartarugas podem viver livremente.

Fonte: One Green Planet 

Nota do Olhar Animal: Falhamos com as tartarugas tanto quanto falhamos com os peixes, tão sencientes quanto elas e alvo intencional de quem lançou a rede.  

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.