Portugal corpo larga laticinios H

O que acontece ao seu corpo quando ‘larga’ os laticínios

Uns defendem que os produtos lácteos são essenciais, outros ripostam que são prejudiciais para a saúde e que não é ‘natural’ ingeri-los.

LEITE naom 55e6ef148c45c

Com o vegetarianismo a ser mais uma vez a forte tendência de ano novo, o mais provável é que nas suas resoluções tenha incluído algo como ‘comer menos carne’ ou ‘beber menos leite’ – ou porque quer ser mais saudável ou mais amigo dos animais.

Seja como for, resta a questão: Afinal, o que é que acontece ao corpo quando ‘larga’ o hábito de uma vida a consumir lacticínios?

O Metro britânico foi descobrir e aponta as cinco coisas que poderão acontecer:

1. A sua digestão poderá melhorar.

Cerca de 65% da população mundial tem dificuldade em digerir o leite, de acordo com a Biblioteca Nacional de Medicina dos EUA. Poderá sentir ainda que a barriga fica menos inchada, menos flatulência ou dores de estâomago.

2. Menos acne.

Estudos sugerem que o leite de vaca é um estimulante para a acne, uma vez que contém esteroides anabólicos, bem como hormonas de crescimento.

3. Menor risco de cancro.

As mulheres que ‘cortem’ ou reduzam o seu consumo de leite poderão ter menos risco de desenvolver cancro nos ovários. Isto porque um estudo sugere que as mulheres que bebem três ou mais copos de leite por semana têm um risco moderadamente aumentado de desenvolver este tipo de cancro. Um estudo de Harvard sugere ainda uma relação entre o consumo de laticínios e cálcio e o cancro da próstata.

4. Menor risco de diabetes.

Estudos sugerem uma ligação entre os laticínios e a diabetes. Um dos estudos sugeriu uma forte ligação entre o consumo de iogurte e o aumento do risco de desenvolver diabetes tipo 2, por exemplo.

5. Não ficará com os ossos mais fracos.

Pode contrariar tudo o que já lhe disseram mas, afinal, o leite pode não ajudar a prevenir os ossos fracos e quebradiços na vida adulta como se pensava. É a conclusão de um estudo de Harvard que contou com cerca de 78 mil mulheres, que não encontrou qualquer evidência de que o leite e o cálcio ajuda a prevenir fraturas.

Fonte: Notícias ao Minuto / mantida a grafia lusitana original 

Nota do Olhar Animal: E o que acontece com os corpos das vacas e de seus bezerros quando você ‘larga” os laticínios? Eles deixam de ser violentados: as vacas deixam, por exemplo, de ser submetidas aos danos provocados pela sucção mecânica do leite de seu úbere, como as infecções. Deixam também de ser abatidas quando se encerra seu ciclo produtivo, entre outros tantos abusos e maus-tratos. Já os bezerros deixam de ser separados de suas mães precocemente, os machos deixam de ser direcionados à cruel produção da vitela, que os mantém praticamente imóveis para que os músculos não enrijeçam e a carne fique macia. E você deixa de financiar e ser cúmplice destas e de outras tantas violências. Saiba mais sobre o impacto da produção e consumo de leite e derivados para os corpos de vacas e bezerros no artigo ‘O sofrimento das vacas e vitelos‘.

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.