Oitenta animais salvos pelos bombeiros em Portimão, Portugal

Oitenta animais salvos pelos bombeiros em Portimão, Portugal

Ao longo dos últimos quatro anos, os Bombeiros Voluntários de Portimão resgataram em média 80 animais por ano. Este mês, já foram contabilizados quatro salvamentos. O último caso deu-se na passada quinta-feira, com uma cadela a ser retirada do lodo da ribeira de Boina, onde se encontrava presa e em risco de afogamento.

Luís Mestre, adjunto de comando dos bombeiros, refere ao CM que, para fazer face ao grande número de solicitações, a corporação dispõe atualmente de “operacionais formados para poderem prestar os primeiros socorros aos animais”.

Além disso, os veículos operacionais da corporação que dão resposta à primeira intervenção também “estão apetrechados com material que possibilita prestar esses primeiros socorros”, acrescenta Luís Mestre.

Os bombeiros já salvaram diversos tipos de animais, com particular destaque para cães, gatos e aves. Muitos desses animais acabariam por morrer se não fosse a intervenção dos homens da corporação.

O último caso, tal como o CM já noticiou, envolveu o resgate de uma cadela de 15 anos, de nome ‘Shena’, que estava presa há muito tempo no lodo de uma ribeira, sem conseguir escapar pelos próprios meios, pelo que, com a subida da maré, podia morrer afogada.

O animal, em hipotermia e muito debilitado, foi tratado no quartel e acabou depois por ser entregue à proprietária. Ao que tudo indica, a cadela terá ficado desorientada, dado que tinha mudado recentemente de casa.

Por José Carlos Eusébio

Fonte: Correio da Manhã / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.