Oito animais morrem envenenados em menos de uma semana em Holambra, SP

Oito animais morrem envenenados em menos de uma semana em Holambra, SP

Moradores de Holambra, mais precisamente dos bairros Groot, Fundão e do Centro, foram testemunhas de uma atividade cruel durante esta semana. Cerca de oito animais foram encontrados mortos por envenenamento nestes locais do município. Além de ter gerado revolta nos holambrenses, o fato recolocou em atenção os casos de maus-tratos com animais, que podem gerar multa e até prisão aos praticantes.

Janaína Frade, moradora de Holambra, conta que recebeu a informação de que dois gatos haviam sido envenenados no Centro, na manhã do domingo (11). “Eu fui correndo ver porque era próximo da casa da minha mãe. As duas gatas estavam amamentando, e postei as fotos delas para alertar a população”, explica. Janaína conta que sua maior preocupação se deu pelo fato de, ao lado do local onde os animais foram envenenados, haver uma escola. “Fiquei com medo de alguma criança ter acesso a este veneno”.

A holambrense conta ainda que, no mesmo dia, recebeu uma ligação de seu irmão, que também mora do Centro. “Ele me ligou e falou que o gato do filho dele estava muito estranho, inclusive espumando a boca”. Ao chegar no local, Janaína presenciou o gato agonizando. Poucas horas depois, o mesmo veio a falecer. E não parou por aí.

Uma moradora do Groot, amiga e vizinha de Janaína, presenciou a morte de sua cadela, que, minutos antes, vomitava um alimento diferente do que a dona costuma dar ao animal. Já nesta quarta-feira (14), foi a vez de outra moradora do bairro perder seus dois cachorros, também mortos por envenenamento. Outro morador do Groot teve seu gato preto também envenenado, vindo a óbito horas depois.

De acordo com dados divulgados pela Guarda Municipal de Holambra, o envenenamento de cães e gatos é o responsável pela maioria das mortes superando, inclusive, o número de falecimentos causados por atropelamentos, sendo de forma acidental ou não. A principal forma utilizada para envenenar animais é o conhecido ”chumbinho” que, apesar de ser ilegal e ter sua venda proibida, pode ser facilmente encontrado, inclusive sendo vendido como ‘veneno para ratos’.

Lei de Crimes Ambientais

O envenenamento de animais está previsto na Lei de Crimes Ambientais (Lei Federal 9.605, de 13/02/98). O artigo 32 da lei diz que é considerado crime ambiental “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”. A pena prevista é detenção de três meses a um ano e multa.

O responsável pode ser enquadrado em vários crimes como Crueldade contra Animais (Lei 3688/41, art. 64 e Lei 9605/98, art. 32). No caso da venda do chumbinho, o crime é Contra a Saúde Pública (art. 273, parágrafo 1º-B, inciso I e IV do Código Penal). Neste caso, a pena de reclusão é de 10 a 15 anos de prisão.

Os sintomas mais comuns nas intoxicações por venenos em cães e gatos são:

Quadros convulsivos;

  • Apatia (o animal não responde a estímulos e há mudança brusca do comportamento);
  • Salivação excessiva, misturada ou não com vômitos;
  • Fortes tremores musculares ou fraqueza
  • O animal pode não conseguir ficar de pé;
  • Sangue na urina e ou diarreia.

A Guarda Municipal orienta ainda aos munícipes que presenciarem algum animal vítima de envenenamento, que registrem um Boletim de Ocorrência (B.O.) na Delegacia mais próxima, a fim de procurar os responsáveis pelos maus tratos.

Fonte: Holambrense

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.