Oito animais que passaram por reabilitação são devolvidos à natureza na Baixada Santista

Oito animais que passaram por reabilitação são devolvidos à natureza na Baixada Santista
Animais são devolvidos à natureza — Foto: Divulgação/Prefeitura de São Vicente

A Guarda Civil Ambiental de São Vicente, no litoral de São Paulo, realizou a soltura de oito animais que foram resgatados e passaram por processo de reabilitação no Centro de Pesquisa e Triagem de Animais Selvagens (CEPTAS), em Cubatão (SP). As equipes, responsáveis pelos resgates, devolveram à natureza três espécies diferentes de animais. Foram seis saruês jovens, um urubu-de-cabeça-preta e um colhereiro.

O colhereiro foi solto no Rio Jurubatuba, localizado na Área Continental de Santos, próximo a uma Unidade de Conservação. Segundo informações da administração municipal, a ave exibe uma plumagem cor-de-rosa durante o período reprodutivo, que pode servir como um indicador da qualidade do meio ambiente, pois quanto mais crustáceos ingere, mais forte fica a tonalidade das penas.

Já os seis jovens saruês, que tem entre 40 e 50 centímetros de comprimento em média, e o urubu-de-cabeça-preta foram liberados em uma área de mata na Serra do Mar.

Para denúncias ou resgates de animais, os moradores podem entrar em contato com a Secretaria de Meio Ambiente e Defesa Animal (Semam), pelos telefones (13) 3569-2213, 3569-2292 e 99679-3604, ou diretamente com a Guarda Civil Municipal (GCM), por meio do 153.

Animais resgatados em São Vicente são devolvidos à natureza — Foto: Divulgação/Prefeitura de São Vicente

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.