Olha quem vem aí pro 7º Bazar Vegano Floripa! Tamojuntes!

Evento autogestionado terá a presença do DJ KL Jay nas piks ups

Certo que uma população dividida fica mais fácil de ser dominada, e isso não é um problema só por aqui, o mesmo ocorre em grande parte do mundo por conta do capitalismo com a imposição de políticas neoliberais que afetaram profundamente as últimas gerações. O efeito dessas políticas foi concentrar a renda em círculos muito estreitos, expandir o poder corporativo e aumentar a tendência de monopólios, deixando de lado a maior parte da população, mantendo suas rendas baixas, e toda proposital precarização pelo mercado para retirada de direitos básicos fundamentais.

A maioria das pessoas se sentem abandonadas, não mais representadas pelo sistema político institucional, e isso levou ao aumento do voto pela extrema direita. Essa população que se sente excluída tem raiva, ressentimento, medo, e busca “bodes” expiatórios, que são os grupos mais vulneráveis. Ao redor do mundo colocam a “culpa” em imigrantes, pessoas pretas, pobres, quilombolas, nos povos nativos originários, TLGBs, mulheres, ocupações urbanas e rurais, assentamentos, e sim, também os animais não-humanos que são mantidos como subespécies a mercê de todo especismo milenar. Observamos isso no decorrer de cada ano com o aumento de exploração e mortes de animais aos trilhões de indivíduos para atender ao sistema financeiro desta economia capitalista que caminha para um caos maior entre todos os seres que habitam este finito planeta.

Só que, ao mesmo tempo em que estamos numa das maiores crises já vividas, mais ações independentes de movimentos sociais estão acontecendo. O momento é agora, pois inevitavelmente torna-se uma questão de sobrevivência a toda onda conservadora que pretende manter assuntos invisibilizados para manutenção e aumento de privilégios dos poucos acumulaDores de poder. A anestesia injetada por governos que se diziam de esquerda acabou pra muita gente que por algumas gerações se manteve na ingenuidade, com expectativas que também geraram muitas frustrações. Independente do resultado das eleições já temos o sentimento de que essa divisão não está próxima de diminuir, e que (sobre)viveremos em mais anos de estagnação por conta desses modelos falidos que não representam quase ninguém, uma amarração feita por poucas famílias tradicionais.

As dificuldades em manter um evento cultural tornam-se cada vez mais desafiadoras em meio a tanta crise e depressão social. Desde o início, na idealização do Bazar Vegano Floripa, temos a preocupação e cuidado em trazer assuntos invisibilizados para somar forças. Por isso nosso evento é autônomo e não tem espaço para instituições públicas ou privadas.

Aqui nos aproveitamos da sociedade de consumo para ocupar espaços com temas plurais postos sobre reflexão. Manter essa radicalidade é tentar ir às raízes ancestrais, por isso, além das mais de 50 expositoras sem patrão com produtos e serviços sem origem animal e sem transgênicos/químicos, também mantemos toda política de ser economicamente acessível, a não geração de lixo, o cuidado com a saúde, entre outros.
Estão preservadas as rodas de bate papo com aquela diversidade de sempre, música autoral e independente, oficinas livres, tudo com entrada franca!

Importante destacarmos que vamos realizar um desejo de anos, pois foi confirmada a presença do DJ KL Jay conosco, que está vindo de São Paulo para fazer um som em nosso evento. Pra quem não sabe, o DJ dos Racionais Mc’s não consome nada de origem animal em consideração aos animais. E como sempre, estamos fazendo um evento vegano com salão aberto para todas as pessoas, tanto veganas quanto ainda não veganas.

Faz 11 dias que lançamos o evento nas redes, e já temos mais de 1.111 pessoas entre interessadas e confirmadas!

Confirme também a sua presença no evento aqui no link:
http://www.facebook.com/events/247961435863694
*em breve sai a programação completa

Dia: Sábado 10 de Novembro de 2018
Horário 12h21 as 21h12
Local: Rua Henrique Veras do Nascimento, 350
Lagoa da Conceição – Florianópolis-SC

Pessoas que pretendem expor, ainda restam algumas vagas, favor enviar email para [email protected] com seu telefone e ddd para agilizarmos o contato.

Fonte: Bazar Vegano Floripa

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.