Onça invade fábrica em atividade, foge e captura mobiliza mutirão; vídeo

Onça invade fábrica em atividade, foge e captura mobiliza mutirão; vídeo
Onça invade fábrica em atividade, foge e captura mobiliza mutirão (Foto: Reprodução Internet)

Uma onça parda invadiu uma fábrica têxtil em Americana (SP) e foi encontrada na manhã desta terça-feira (25) nos fundos do prédio por um funcionário. O empregado acionou a Guarda Municipal e bombeiros, mas o animal fugiu do prédio e se escondeu em uma tubulação de água da chuva, dentro da área da fábrica.

Até as 15h30, o mutirão de forças, composto pela Polícia Militar, Guarda Municipal, Polícia Ambiental, Corpo de Bombeiros, Zoológico de Americana e por funcionários da empresa, ainda não havia capturado a onça. A fábrica fica no bairro Jardim Boer.

O animal é um filhote, segundo a bióloga responsável pela operação, Márcia Rodrigues, e pode estar ferido. A constatação só será possível após a apreensão da onça. Desde a manhã, o mutirão tenta sedar o filhote dentro da tubulação de água, mas enfrenta dificuldades.

A preocupação das forças envolvidas é com a proximidade do local com a Rodovia Anhanguera (SP-330).

Diversas equipes participam da captura da onça em Americana (Foto: Elizandra Carelli / EPTV)
Diversas equipes participam da captura da onça em Americana (Foto: Elizandra Carelli / EPTV)

“Estamos com medo de que ela entre na rodovia. Fechamos as saídas para ela não fugir, mas estamos a 200 metros da Anhanguera”, conta Márcia.

A bióloga conta que o animal mostrou dificuldades para subir em árvores. “A ideia é anestesiá-la e ver se está com algum trauma. Aparentemente pode ser que tenha algum machucado, que tenha sido atropelada até chegar aqui”, explica.

Depois de capturada, a onça será levada para o zoológico de Paulínia, segundo Márcia. “Vamos ver se vai precisar passar por cirurgia, para depois ser solta em um local seguro”.

Esse tipo de onça gosta de ficar próxima a canaviais, e na região existem plantações. A bióloga acredita que foi assim que ela chegou até a empresa.

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.