ONG acusa marcas de luxo de tratar avestruzes como ‘vítimas de um filme de terror’

ONG acusa marcas de luxo de tratar avestruzes como ‘vítimas de um filme de terror’

PETA avestruz 1

A organização que se dedica à defesa dos direitos animais divulgou um vídeo para denunciar como as avestruzes são tratadas para serem transformadas em artigo de luxo. ATENÇÃO: As imagens podem chocar.

“As aves jovens recebem choques e pancadas, são mortas, as penas são arrancadas e depois são esfoladas”, acusa a PETA, numa denúncia sobre “a ultrassecreta indústria dos matadouros industriais de avestruzes, onde as jovens aves são mortas para serem transformadas em bolsas, sapatos e cintos de luxo pela Hermès, LVMH, Prada e outras casas de moda europeias topo de gama”.

PETA avestruz 2

O vídeo, captado em matadouros da África do Sul que fornecem, alegadamente, 75% de todas as avestruzes produzidas a nível mundial, mostra o processo por que passam as aves.

“As jovens avestruzes, que são animais espertos, sensíveis e curiosos, são tratadas como vítimas de um filme de terror simplesmente porque alguém quer uma bolsa Birkin texturada ou uma carteira Prada de pele rugosa”, lamenta a diretora da PETA, Mimi Bekhechi.

ATENÇÃO: As imagens que se seguem pode ser consideradas chocantes

Fonte: Visão 

Nota do Olhar Animal: Obviamente as avestruzes não querem ser apenas “bem tratadas”. Elas querem é não morrer. Basta imaginar seres humanos no lugar das avestruzes para entender. 

MAIS NOTICIAS

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.