ONG argentina que trabalha com a proteção de cavalos recebe quatro animais por mês

ONG argentina que trabalha com a proteção de cavalos recebe quatro animais por mês

Tradução de Adriana Shinoda

A ONG Centro de Rescate y Rehabilitación de Equinos (CRRE) declarou recentemente que recebe de três a quatro cavalos após destes terem sido abandonados caídos em uma via pública, incapazes sequer de ficarem de pé, depois de longos anos puxando pesadas cargas abaixo de pauladas.

Esta informação veio a público por meio da direção da ONG depois de receber uma chamada em uma propriedade rural de San Vicente, esta foi realizada após a divulgação de um vídeo onde um cavalo amarrado aparece sendo golpeado por um homem. A cena de violência e crueldade fez com que aumentassem as denúncias, levando assim à atuação policial.

“Foi um horror. Liguei muitas vezes, entretanto, aquele é um local onde recorrentemente ocorre esse tipo de coisa, sendo não somente maus-tratos de equinos, mas também de cães, havendo clara violação a todas as normas de higiene e salubridade, com restos de animais mortos, outros em decomposição e, ainda outros, comendo vísceras”, declarou Edgardo di Salvo, veterinário e colaborador da ONG, que participou da operação.

Segundo Romina Port, membro da direção do CRRE, em três anos de funcionamento da ONG foram resgatados mais de 130 equinos. Ela também contou que “basicamente atendemos cavalos abandonados em via pública, caídos em valas e resgatados de propriedades privadas após denúncia de crueldade animal”.

Fonte: Hoy

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.