ONG combate maus tratos, abandono e superpopulação de animais em Natal, RN

ONG combate maus tratos, abandono e superpopulação de animais em Natal, RN

Grupo também atuará em mutirão de castração de gatos da UFRN.

RN natal ong65U56U34U

Se o grupo Amigos do Pelo tivessem um lema, certamente seria ‘a castração é o melhor remédio’. formado por quatro amigos, o grupo surgiu há dois anos com o objetivo de promover a castração de gatos e reduzir a superpopulação que se espalha pela cidade. ‘Castrando você diminui a superpopulação e dessa forma você evita o abandono e os maus-tratos’, explicou a jornalista Denise Azevedo, uma das integrantes do coletivo.

Um dos pontos de grande concentração de felinos em Natal é o Campus Central da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Muitas pessoas abandonam os animais no local por ser isolado do resto da cidade e também por haver uma legião de pessoas que já se habituaram a levar água e comida para os animais deixados para trás.

De acordo com Denise Azevedo, a professora Hélderes Câmara, do departamento de Fisiologia da UFRN, tinha um projeto para castrar os gatos do Campus, mas estava parado. “Junto com os alunos, ela fez o levantamento de quantos gatos havia na UFRN para a castração”, acrescentou.

Numa reunião realizada em maio passado, o grupo Amigos do Pelo reuniu esforços para tentar dar andamento à iniciativa. Conforme Denise, boa parte dos equipamentos necessários e a medicação para a castração foi financiada pela universidade por meio do projeto da professora. Mas ainda foi preciso o grupo se mobilizar para conseguir cerca de mil reais em medicação.

A sala cedida pela UFRN para a cirurgia foi outro entrave. O espaço não era adequado porque tinha forte cheiro de formol, o que dificultaria o trabalho dos veterinários voluntários. Mas eles não desanimaram. Um professor da Universidade Potiguar (UnP) também se interessou pelo projeto e decidiu solicitar a sua instituição um espaço para as cirurgias. “Estamos só aguardando a aprovação. Mas se não der certo vamos tentar outra sala na UFRN. Em paralelo ao mutirão também vamos fazer uma feira de adoção”, informou Azevedo.

Conforme a amiga do pelo, o projeto inicialmente irá atender a 100 gatos. No entanto, a estimativa é que existam 300 bichanos abandonados vivendo nas dependências do Campus Central da UFRN.

Festivau Miau

Além de doações esporádicas para auxiliar nas castrações rotineiras, o grupo organiza o “Festivau Miau” uma vez por mês, na AABB, desde março deste ano. O evento tem na programação atrações musicais da cidade acompanhadas de jogos, bazares e sorteios para o público.

Para o próximo dia três de agosto, a produtora musical parceira do projeto, Nilza Rebouças, preparou uma edição para públicos diversos com a presença da banda Rastafeeling e de Dodora Cardoso. O “Festivau” começa às 13h. Os ingressos custam R$ 15,00 na hora e R$ 10,00 antecipadamente.

Fonte: O Jornal de Hoje

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.