ONG ‘Lar do Amor’ se prontifica a resgatar animais abandonados em Santarém, PR

ONG ‘Lar do Amor’ se prontifica a resgatar animais abandonados em Santarém, PR

A situação de animais abandonados nas cidades é preocupante. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 10% dos cães e gatos estão abandonados nas cidades. Em Santarém, no oeste do Pará, não é diferente, e a maioria dos abandonos ocorre em locais com o Parque da Cidade ou em terrenos baldios, por serem lugares mais escondidos.

As vítimas de abandono são principalmente gatos, que muitas vezes são despejados até no lixo.
No bairro Nova República, vários gatos já foram deixados na porta da casa de moradores como Maik. Hoje a família dele cuida de 20 gatos. “Alguns jogam no meio dos matos, outros sabem que a gente cuida e por isso jogam aqui na frente de casa”, contou.

A ONG “Lar do Amor” foi criada no objetivo de realizar resgates de animais em Santarém. Até agora foram resgatados 920 animais, todos abandonados em situação crítica.

“Basicamente a gente faz resgates em situação bem complicada. Nós recebemos pedidos de ajuda diariamente e são situações onde a gente vê que o animal está em um estágio muito avançado de alguma doença u de descaso, por estar na rua, e então nós nos mobilizamos, todos os colaboradores, cada um da forma que puder. E a gente faz o auxílio de conforto para esses animais na medida do possível”, explicou a voluntária da ONG Lar do Amor, Lorraine de Andrade.

Após o tratamento, os animais vão para algum lar provisório, até aparecer alguém que os adote. Alguns médicos veterinários como a Sabrina, ajudam no processo de reabilitação dos bichinhos. Ela afirma que o abandono de cães e gatos é um problema sério de saúde púbica.

“Um animalzinho desamparado na rua inevitavelmente vai pegar doenças e consequentemente vai transmitir a outras pessoas, o que chamamos de zoonose. Além disso tem o sofrimento desses animais que foram abandonados, porque eles não vão ter como se alimentar, vão ficar doentes e não vão ter assistência”, destacou.

A veterinária também alerta para que os donos dos animais invistam na castração, a fim de que não ocorra a reprodução descontrolada.

Para quem quiser adotar um animal ou ajudar de alguma, é só acessar a página da ONG nas redes sociais. É preciso estar ciente antes de adotar um animal, visto que é preciso ter uma casa com espaço suficiente para que o animal possa ter liberdade de correr, brincar. Além disso, é preciso se responsabilizar com todas as vacinas e outros cuidados.

O abandono e maus tratos a animais são considerados crimes. A previsão é do Art. 32 da Lei de Crimes Ambientais. A pena pode ser detenção de 3 meses a 1 ano e multa.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.