ONG realiza evento sobre captura acidental de golfinhos, em Santos, SP

No dia 1 de dezembro de 2018, o VIVA Baleias, Golfinhos e cia organizará em Santos, o Dia Internacional ˜PARE a Captura Acidental” (International Stop ByCatch Day), no Museu de Pesca, na cidade do litoral paulista.

Representantes que são referência na área – Projeto Tamar, World Animal Protection, Instituto Baleia Jubarte, Instituto Biopesca, Projeto Albatroz, Centro Mamíferos Aquáticos (ICMBio), Paiche, entre outros – estarão reunidos para tratar de temas como redes fantasmas, legislação e sobre o que estamos comendo (sim, estamos indiretamente matando golfinhos, baleias e milhões de animais marinhos!).

A Captura Acidental (“ByCatch”) é a captura não intencional de animais não alvos em redes ou equipamentos de pesca.

FATOS:

Estima-se que 40% de toda pesca é bycatch (Keledjian et al 2014), Baleias, golfinhos, focas, tartarugas, raias, tubarões, aves marinhas, peixes e invertebrados capturados acidentalmente e descartados…Vidas desperdiçadas!

A comissão dos Oceanos dos Estados Unidos declarou em 2005 o bycatch como a maior ameaça aos mamíferos aquáticos no mundo (Yopung and Ludicello 2007), e para agravar este problema, somente uma pequena parte dos “bycatches” são de fato registrados.

Cerca de 640 mil toneladas de petrechos de pesca são perdidas no mar todos os anos se tornando redes fantasmas (Macfadyen et al. 2009)

Pela perspectiva do bem estar animal, os emalhes das baleias são indiscutivelmente uma das piores formas de mortalidade causada por seres humanos aos animais selvagens (Cassof et al 2011).

Os animais podem morrer afogados, pois presos não conseguem subir à superfície para respirar, também sofrem lacerações devido aos cabos pesados que rebocam, infecções, e podem morrer de fome, pois não conseguem se alimentar de forma eficaz (International whaling Commission 2018).

Uma espécie de golfinho, chamada ”Toninha” (Pontoporia blainvillei) que ocorre somente nas águas do sudeste- sul do Brasil até a região norte da Peninsula Valdes na Argentina, está criticamente em perigo de extinção, por causa do bycatch… Se nada for feito devem se extinguir… Outras 23 espécies de cetáceos também estão ameaçadas pelo bycatch ao redor do mundo.

Este dia foi idealizado pelo VIVA Baleias, Golfinhos e cia para conscientizar especialistas, estudantes, pescadores, órgãos públicos, políticos e a população em geral sobre o grande impacto que os animais marinhos sofrem com a captura acidental. Nós humanos precisamos saber e ter consciência da matança que está por trás dos peixes e frutos do mar que consumimos… A problemática foi apresentada em congresso Latino Americano no início do mês (18 Reunião de trabalhos de Especialistas em Mamiferos Aquaticos da America Latina, em Lima , no Peru) pela equipe do VIVA.

O dia Internacional “PARE a Captura Acidental” (STOP ByCatch Day) ocorrerá em algumas cidades do Brasil e incluirão atividades como: palestras, mesas redondas, rodas de conversa, exposições fotográficas, teatro, atividades lúdicas para crianças apresentam o problema e debatem soluções.

Programação em Santos/SP

  • Data: 01 de Dezembro de 2018.
  • Horário: Das 10h às 17h.
  • Local: Auditório do Museu do Instituto de Pesca de Santos.
  • Av. Bartolomeu de Gusmão, 192 Ponta da Praia-Santos (SP) Brasil.
  • ENTRADA FRANCA / VAGAS LIMITADAS

Palestrantes e temas

Marina Leite Marques – VIVA Baleias, Golfinhos e cia: Apresentação Stop Bycatch Day Acácio Ribeiro Gomes Tomás – Instituto de Pesca de Santos: Capturas não reportadas Luiz Miguel Casarini – Instituto de Pesca de Santos: Petrechos Fantasmas, o flagelo dos mares Fábia Luna e Adriana Miranda – CMA/ICMBio: Legislação e Fiscalização Milton Marcondes – Projeto Baleia Jubarte: Bycatch em Grandes Cetáceos Carolina Bertozzi– Instituto Biopesca: Bycatch em Pequenos Cetáceos Tatiana Neves – Projeto Albatroz: Bycatch em Aves Marinhas Henrique Becker – Projeto TAMAR: Bycatch em Tartarugas Marinhas Paulo Cavalcanti – Divers for Sharks: Bycatch em Elasmobrânquios Mauricio Forlani – World Animal Protection: Redes Fantasmas: Processos e Resoluções Internacionais Cintia Miyaji – Paiche: Pescado sustentável Maria Emilia Morete – VIVA Baleias, Golfinhos e cia: Estamos comendo, Baleias, Golfinhos e cia MESA REDONDA: Stop Bycatch

SE HOUVER INTERESSE EM PARTICIPAR DO EVENTO, POR FAVOR, informe (se possível) os dados de quem virá, para disponibilizar os respectivos crachás para o acesso.

INSCRIÇÕES: www.viva.bio.br/contato

#PAREaCapturaAcidental

#STOPbyCatch

Fonte: VIVA Baleias Golfinhos e cia.


Nota do Olhar Animal: Lembramos que a captura acidental de golfinhos ocorre por conta da captura PROPOSITAL de peixes, animais tão dignos de consideração quanto os golfinhos e baleias, e igualmente sencientes. Quem consome peixes é responsável direto pela mortandade de todos eles.

Os peixes: uma sensibilidade fora do alcance do pescador

 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.