ONG resgata cachorros vítimas de maus-tratos em Ourinhos — Foto: Arquivo pessoal/Nilce Araújo

ONG resgata cachorros vítimas de maus-tratos em Ourinhos, SP

Uma ONG resgatou dois cachorros que foram vítimas de maus-tratos, na manhã desta sexta-feira (22), na Vila Brasil, em Ourinhos (SP).

Funcionários da ONG receberam a denúncia e foram até o local, onde encontraram um macho e uma fêmea amarrados por correntes. Segundo o veterinário Luiz Volpato, os animais já estavam há bastante tempo nessas condições e o macho cortou o pescoço quando tentou sair do arame.

Animais estavam amarrados e um deles tinha um corte no pescoço provocado pela corrente — Foto: Arquivo pessoal/Nilce Araújo
Animais estavam amarrados e um deles tinha um corte no pescoço provocado pela corrente — Foto: Arquivo pessoal/Nilce Araújo

Depois de resgatados, os dois cachorros foram levados para uma clínica veterinária, onde passaram por atendimento médico. O veterinário contou que a situação do macho é bastante grave, pois o corte no pescoço foi profundo. Segundo ele, a lesão já é de algum tempo e o animal estava sofrendo muito, amarrado e com a alimentação inadequada.

VÍDEO: ONG resgata cães vítimas de maus-tratos em Ourinhos

“Por alguns milímetros, o animal poderia estar morto por causa do tamanho da laceração no pescoço dele por causa de uma corrente. Talvez o proprietário não estivesse feliz com ele solto ou fizesse algo que ele não gostasse”, relata o veterinário.

Cachorros foram levados para uma clínica veterinária para atendimento médico — Foto: Reprodução/TV TEM
Cachorros foram levados para uma clínica veterinária para atendimento médico — Foto: Reprodução/TV TEM

Agora, o animal segue sendo medicado na clínica veterinária até estar em condições para receber alta e ser adotado por uma família. O veterinário disse que está acostumado a tratar casos de maus-tratos, mas nunca viu chegar neste ponto.

“Infelizmente vai demorar bastante tempo para cicatrizar. É uma coisa inadmissível porque hoje em dia com todo esse bem estar animal, a pessoa precisa estar consciente para adotar e ter um animal em casa”, declara o profissional.

De acordo com a advogada Bruna Romero, que é membro da Comissão dos Direitos dos Animais da OAB, existe uma lei federal para tratar estes casos. A pena para este crime varia de três meses a um ano de detenção, além de multa.Um boletim de ocorrência foi registrado por maus-tratos e a polícia vai verificar quem é o responsável pela casa onde os animais foram encontrados.

“Muitas vezes, as pessoas tem medo de ir à polícia e fazer boletim de ocorrência. Então elas chegam nas protetoras e elas fazem esse papel. No entanto, como não tem autoria, fica difícil ter a efetiva punição”, alerta advogada.

Comissão dos Direitos dos Animais da OAB busca conscientizar pessoas sobre maus-tratos de animais em Ourinhos — Foto: Reprodução/TV TEM
Comissão dos Direitos dos Animais da OAB busca conscientizar pessoas sobre maus-tratos de animais em Ourinhos — Foto: Reprodução/TV TEM

Ela também explica que a comissão está buscando conscientizar as pessoas de que abandono também é um tipo de maus-tratos. Assim, a protetora dos animais Nilce Araújo também reforça a necessidade deste trabalho de conscientização.

“A conscientização é a pessoa entender que os animais não são objetos, eles tem emoção, eles sentem dor, frio, medo, alegria e amor. A gente está trabalhando a cabeça das pessoas para dar amor aos animais. É um trabalho lento, mas vai ter um resultado muito bom”, garante a protetora.

As pessoas podem denunciar os maus tratos de animais através do número 190, com a Polícia Militar. Além disso, eles podem avisar a Secretaria do Meio Ambiente, pelo número (14) 3335-7911.

Fonte: G1

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.