ONG resgata últimos 37 cães de abrigo na Grande SP

ONG resgata últimos 37 cães de abrigo na Grande SP

Os últimos 37 cães que eram mantidos sem as condições necessárias em um abrigo em Itaquaquecetuba, Grande São Paulo, foram resgatados neste sábado (24) por voluntários e protetores da ONG Cão Sem Dono. Dois deles foram internados.

“Agora é tratar os animais, a maioria com carrapato, pulgas, muita sarna”, diz Vicente Define, diretor da ONG.

Segundo ele, do local, conhecido como Abrigo da Dida, já haviam sido resgatados outros 136 cães, mais 56 filhotes.

“Solicitamos à prefeitura que derrube o que está construído nesse lugar para que dona Dida não mais ‘abrigue’ animais”, escreveu a Cão Sem Dono em rede social. “Abrigo ou canil tem que ter estrutura mínima, tem que ter veterinário, tem que ter água potável e ração. É o mínimo que esses animais abandonados e sem lar precisam para ter uma vida mais digna”.

Abrigo da Dida

ISSO É DAR ABRIGO A ANIMAIS?E como ele, existem muitos por aí, e precisam ser FECHADOS. Estamos no local conhecido como "abrigo" da Dida em Itaquaquecetuba, SP. Vamos RESGATAR todos os animais ali abrigados e dar a eles uma vida mais digna. Vai ser um dia longo, pois cada um desses cães passará por exames laboratoriais e clínico.Vamos precisar de toda ajuda possível.Para entrega de ração e remédios:Rua Honório Serpa, 259, Jardim Vergueiro, SP, CEP: 04174-090Para ajuda financeira:Bradesco: agencia: 1480 conta corrente: 39641-9Itaú: agencia: 7847 conta corrente: 01301-3Favorecido: Cão Sem Dono – CNPJ: 10157938/0001-73Informações: faleconosco@caosemdono.com.br

Julkaissut CÃO SEM DONO – Proteção Animal Lauantaina 24. helmikuuta 2018

Segundo Define, não houve resistência para a retirada dos cães. “A Dida concordou com tudo. Fizemos ela assinar um termo de responsabilidade”, afirmou ao blog.

O abrigo da Cão Sem Dono, em Itapecerica da Serra, vive superlotado, com uma média de 460 animais por mês. Com os novos moradores, cresce também a necessidade de doações de alimento e remédios. “Precisamos de ração, Capstar, Triatox”, diz.

Depois de tratados, esses cães resgatados agora também deverão ser colocados para adoção. Quem tiver interesse, pode entrar em contato com a ONG pelo email [email protected].

abrigo da dida

CORRENTE NUNCA MAIS.O uso de corrente em cães é extremamente cruel, pois ele fica totalmente limitado a um pequeno espaço. Além disso, algumas são pesadas e machucam bastante o animal.No abrigo da DIDA em Itaquaquecetuba a maioria dos cães vivem acorrentados. Até hoje.

Julkaissut CÃO SEM DONO – Proteção Animal Lauantaina 24. helmikuuta 2018

Por Lívia Marra

Fonte: Bom pra Cachorro / Folha de São Paulo


Nota do Olhar Animal: É sempre bom relembrar do artigo abaixo:

Protetor não é acumulador: cuidado com essa construção especista!

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.