AP Macapa ongs festa ajudar animais

ONGs promovem festa junina para ajudar animais resgatados das ruas em Macapá, AP

Dinheiro arrecadado será destinado a animais que estão em abrigos. Evento será no dia 11 de junho, em igreja da Zona Sul de Macapá.

Por Estevam Eliel

Três Organizações Não Governamentais (ONGs) do Amapá, que cuidam de animais abandonados ou maltratados, se juntaram para realizar no dia 11 de junho, o “Forrozão Pet Junino”. A ideia é arrecadar dinheiro para manutenção das atividades com os cães e gatos que vivem nas entidades.

O evento terá bingo com mais de dez premiações, com cartelas ao preço de R$ 5, além de brincadeiras, danças e vendas de comidas típicas.

O dinheiro arrecadado, segundo a organização, será dividido entre as três entidades: Associação dos Amigos dos Animais de Rua (Amar), União de Proteção Animal Costelinha (UPAC) e a ONG Anjos Protetores. A renda também servirá para a compra de ração e medicação para os mais de 200 animais distribuídos entre elas.

A presidente da ONG Anjos Protetores, Oneide Vale, disse que conta com a participação de toda a comunidade. Ela alerta que, apesar de o nome do evento fazer referência aos animais, a festa é para as pessoas.

“Pedimos à população que compareça em peso e ajude a nossa causa. Não leve o seu bichinho de estimação, pois esse tipo de ambiente agitado pode estressar o animal, mas traga a sua família e venha se divertir, provar as guloseimas e ao mesmo tempo ajudar a causa animal “, convidou a presidente.

No evento, todas as comidas vendidas e premiações ofertadas foram doadas por voluntários.

Serviço
“Forrozão Pet Junino”
Data: 11 de junho
Hora: das 18h30 às 23h
Local: quadra da Igreja Nossa Senhora da Conceição, no bairro Trem, na Zona Sul de Macapá
Entrada gratuíta

Fonte: G1 

Nota do Olhar Animal: Que todas as ONGs tenham sensibilidade e coerência de, ao promoverem festas como esta, não servirem alimentos com ingredientes de origem animal. 

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.