Outro elefante morreu no zoológico Topeka Zoo. Vamos ajudar a tirar os dois que sobraram de lá!

Outro elefante morreu no zoológico Topeka Zoo. Vamos ajudar a tirar os dois que sobraram de lá!

Sunda, um elefante asiático de 58 anos, morreu há pouco tempo no Topeka Zoo, no Kansas, EUA. O elefante, que passou 52 anos da sua vida no zoológico, sofreu de vários problemas de saúde, e a morte do belo animal foi recebida com muita tristeza. No entanto, a morte é ainda mais alarmante pelo fato de que o zoológico em si é o número um na lista dos dez piores zoológicos para elefantes do In Defense os Animlas (IDA’s) (Em Defesa dos Animais) de 2017. O zoológico apareceu nesta lista seis vezes e descobriu-se que a instalação não é capaz de fornecer aos elefantes os cuidados adequados. Não há dúvidas de que os dois elefantes que permaneceram nas instalações, Cora e Tembo, realmente se beneficiariam de uma mudança para um santuário especializado.

Sunda é o segundo elefante a morrer num intervalo de menos de dois anos. A elefanta de 35 anos, Shannon, faleceu em dezembro passado depois de ficar sem supervisão por pelo menos dez horas… apesar de estar com doença crônica e precisar de monitoramento constante. A negligência com Shannon e sua condição de saúde, após muitas outras citações, deram ao zoológico uma reputação sombria. Além disso, é provável que muitos dos problemas de saúde sofridos pelos elefantes no Topeka Zoo estejam piorando devido ao clima frio no Kansas, que não é de forma alguma apropriado para os elefantes.

“Este zoológico foi citado inúmeras vezes por violações aos regulamentos federais de bem-estar animal, que incluem mortes de animais, ferimentos e falta de cuidados veterinários adequados”, escreveu a IDA sobre o Topeka Zoo. “Em 2013, o zoológico pagou uma multa civil de US$ 45.000 para solucionar as acusações feitas pelo Ministério Público por pelo menos 51 violações intencionais à Lei de Bem-Estar Animal. As acusações incluíam falha em fornecer cuidados veterinários adequados aos elefantes Tembo e Sunda, incluindo problemas com a pele, as patas e nutricionais”.

Um zoológico nunca é uma boa opção para um elefante. Se fossem transferidos para um santuário em um clima mais quente e adequado, Cora e Tembo por fim seriam capazes de experimentar uma qualidade de vida infinitamente melhor, e estariam em menor risco, o que é algo que todos os preocupados com a dupla deveriam buscar. Clique aqui para assinar uma petição do site Care2 pedindo ao Topeka Zoo que assegure a aposentadoria dos dois elefantes sobreviventes em um santuário para dar-lhes a vida melhor que eles merecem.

Por Aleksandra Pajda / Tradução de Adriana de Paiva Correa

Fonte: One Green Planet 

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.