Ovos de galinhas felizes?

Por Sônia T. Felipe

Por que comer ovos de galinhas agora soltas e felizes, cuidadas por alguém que as resgatou? Para obter nutrientes? Mas não é possível obtê-los a partir de fontes vegetais?

Ainda que ninguém mais esteja explorando estas galinhas que estão sob a responsabilidade de uma cuidadora consciente, os ovos que elas botam não são propriamente para alguém comer. São para elas darem continuidade à espécie delas.

Se a gente come ovos destas galinhas livres, a gente não ajuda a dar continuidade à espécie delas. A gente ajuda a perpetuar a crença de que temos direito de nos alimentar de matérias animais.

Esse exemplo será seguido por outras pessoas. A diferença é que elas não estarão cuidando de galinhas felizes. Estarão comprando ovos “caipiras” em supermercados, achando que as galinhas caipiras também são livres e felizes como as suas.

Se não comer estes ovos, vai morrer? Não vai. Se os comer, vai matar o princípio ético que diz que nenhum animal nasce para servir a qualquer propósito humano. Uma pessoa vegana não vai ter tanta dúvida em relação à atitude correta.

Por outro lado, se acostumar o seu corpo com nutrientes de ovos, quando não estiver comendo em sua casa, ou quando estiver comendo algo preparado com ovos que não são estes das galinhas que você cuida, estará dando força à moralidade que julga certo explorar galinhas para coletar seus ovos. A atitude abolicionista não abre exceções, porque cada exceção virá dar força à tradição que precisa ser abolida.


{article 105}{text}{/article}

Olhar Animal – www.olharanimal.org


Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.