PA: Marabaenses denunciam maus-tratos de animais na cavalgada da expoama, e condenam MP por falta de fiscalização

PA: Marabaenses denunciam maus-tratos de animais na cavalgada da expoama, e condenam MP por falta de fiscalização

A chamada “cavalgada” de abertura da Feira Agropecuária de Marabá, realizada sábado último, 2 , gerou, nas redes sociais, inundação de críticas e denúncias de maus-tratos de animais.

Dezenas de fotos publicadas no twitter e no facebook, ilustrando o sofrimento de animais, forçados a cruzarem um trecho de mais de 12 kms sob sol escaldante, transportando pesos excessivos, serviram para cobrar das autoridades, principalmente Ministério Público, maior responsabilidade na fiscalização da cavalgada, retratada como “exemplo medieval” do que há de pior no tratamento de cavalos e bovinos.

Uma das manifestações, apenas para reforçar o post, foi assinada pela publicação de Ellen Martins de Almeida.

Ela redigiu post e publicou fotos de um animal caído em plena avenida, e sendo maltratado por um vaqueiro.

O que disse a jovem:

Hoje tive a oportunidade de participar da cavalgada de Maraba, com a ONG Focinhos carentes, e tive uma visão diferente do evento, pude ver de perto o sofrimento que os animais passam nesse evento, ninguém é obrigado a gostar ou amar os animais, mas o mínimo é respeitar, hoje me deparei com a cena desse boi caído no chão de exaustão, não bastava ele ter esgotado suas forças, ainda foi agredido com chicote e com uma vara que esse indivíduo que tá aí fez questão de espancar o animal até ele levantar e montar nele, de tão cansado o animal caiu de novo e ele continuou batendo, o vídeo desse ato covarde não tive coragem de postar, mas já encaminhei para o delegado e para a diretoria da ONG poder tomar as devidas providências, vi muita coisa que realmente me deixou triste com o ser humano, principalmente quando lembrei que já participei disso, já fui em cavalgada de carroça, mas nunk tinha visto o evento da forma que vi hoje e sinceramente fiquei muito triste, em ver tantos animais sofrendo com sede, cansaço, dor… E decidi fazer algo pra ajudar, não posso abraçar o mundo sozinha e mudar a vida de tds os animais, mas posso fazer um pouco e sei que agora Maraba tem uma ONG que se preocupa com isso e vai lutar arduamente para acabar com essa violência contra animais..

Fonte: Hiroshi Bogéa

Mais notícias

{module [427]}

{module [425]}

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.