Pacma se mobiliza contra as touradas em Madri: “Não podemos permitir que as touradas sejam uma atração turística”.

Pacma se mobiliza contra as touradas em Madri: “Não podemos permitir que as touradas sejam uma atração turística”.
Comício do Pacma, nesta terça-feira, em Madri.

O Partido Animalista Com o Meio Ambiente (Pacma) se mobilizou na terça-feira contra as touradas na esplanada em frente à Plaza de Las Ventas, em Madri. Durante a manifestação, seus membros carregaram cartazes que seriam “uma alternativa muito mais apropriada” para as festividades que ocorrem atualmente na capital para San Isidro. A iniciativa é resultado de um vídeo polêmico que foi transmitido nas redes sociais, no qual se afirma que “as touradas estão na moda” e que o prefeito de Madri, José Luis Martínez Almeida, declarou que “Madri é a capital das touradas e sempre a defenderá”.

Na apresentação, o partido dos direitos dos animais enfatizou que “Las Ventas é o epicentro do abuso de animais” e criticou o fato de o prefeito se orgulhar desses eventos. “Madri, o povo de Madri não merece isso. É uma cidade maravilhosa que tem muito a oferecer em termos de cultura: museus, teatros, cinemas…. Mas os maus-tratos não podem ser uma atração turística”, explicou Asunción Estévez, coordenadora do partido na Comunidade de Madri.

Javier Luna, presidente do Pacma, orientou seu discurso em uma direção semelhante à de sua colega, assegurando que “Madri deveria ser um exemplo cultural onde as touradas não têm lugar”. Além disso, o presidente destacou que as “celebrações de maus-tratos” são essencialmente apoiadas pelo financiamento de muitos conselhos municipais que “gastam o patrimônio de todos” para promovê-las e dar-lhes um lugar. “Como um partido de direitos dos animais, somos proativos e defendemos os direitos dos animais, e é por isso que estamos apresentando iniciativas como a caixa para fornecer apoio financeiro a abrigos de animais na declaração de imposto de renda”, explicou, enquanto assegurava a intenção da organização de persistir na luta contra as touradas e seu compromisso com a vida dos animais.

Cartaz do Pacma contra as touradas
Cartaz do Pacma contra as touradas

Em frente à praça de touros de Las Ventas, mais de uma dúzia de membros do Pacma posaram diante da mídia e dos espectadores carregando cartazes com o slogan “Madrid me mata”, no qual o touro é o protagonista e no qual está refletida uma frase de Almeida promovendo as celebrações desses dias na capital. “O touro é um dos animais mais bonitos que existem, é bárbaro que uma ‘festa’ seja organizada para assassiná-lo cruelmente e que seja promovida pelas instituições como se estivéssemos há muitos séculos atrás”, comentaram as pessoas indignadas presentes.

O partido garante que as iniciativas e os protestos contra esse tipo de festa prevalecerão, já que “a sociedade não é mais o que era e a maioria não apoia as touradas”. “Madri merece mais e tem muita cultura para se orgulhar, não podemos permitir que essa barbárie continue”, foi a frase com a qual o evento organizado pelo partido dos direitos dos animais foi concluído.

Por Diego Alonso Peña / Tradução de Ana Carolina Figueiredo

Fonte: El Diário