Pai e filho são presos armados e vendendo pássaros silvestres em Nova Santa Rita, RS

Pai e filho são presos armados e vendendo pássaros silvestres em Nova Santa Rita, RS
Foto: Polícia Civil/Divulgação

Pai e filho foram presos em flagrante por posse ilegal de arma de fogo e munições. A ação da Delegacia de Polícia de Nova Santa Rita também apreendeu 22 pássaros silvestres, inclusive de espécies ameaçadas de extinção, que eram mantidos em cativeiro pela dupla.

Uma ONG denunciou para a polícia que um dos presos estava vendendo animais através do WhatsApp. Pássaros da espécie Currupião, espécie ameaçada de extinção, era vendido por R$ 3.500, cada ave. “As investigações dessa denúncia e as análises de dados e informações, resultaram no cumprimento da ordem judicial e nas importantes apreensões. É dever da Polícia Civil apurar todo tipo de denúncia e realizar ações desta natureza, na proteção da fauna e no combate aos crimes ambientais”, afirma o delegado Mário Souza, que coordenou a ação.

Além das aves mantidas em cativeiro, os policiais apreenderam 35 gaiolas, duas arapucas, um casco e um rabo de tatu, um casco de tartaruga, uma espingarda artesanal, duas garruchas, 16 cartuchos de calibre 32 recarregáveis, 400 chumbos para espingarda de aço, oito gramas de maconha, uma embalagem de papel seda, um esmurragador e um bong – utilizado para consumir maconha –.

Os pássaros e todo o material apreendido foram encaminhados ao IBAMA. Os presos foram encaminhados ao sistema prisional.

A ação integra a Operação Arca que é uma ofensiva permanente na região de Canoas para combater crimes contra animais.

Fonte: Agência GBC

Os comentários abaixo não expressam a opinião da ONG Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.