PAN denunciou publicidade ilegal a espetáculos tauromáquicos em Albufeira, Portugal

PAN denunciou publicidade ilegal a espetáculos tauromáquicos em Albufeira, Portugal

Há cartazes alusivos a espetáculos tauromáquicos afixados ilegalmente no concelho de Albufeira, denunciou o PAN. O partido Pessoas-Animais-Natureza veio a público dar conta daquela que diz ser mais uma irregularidade cometida pelos promotores deste tipo de espetáculo, naquele concelho.

Segundo o PAN Albufeira, apesar de ter sido recusada a licença para a colocação de cartazes tauromáquicos na via pública, neste município, isso não impediu que estes fossem colocados.

A esta irregularidade, juntam-se outras, nomeadamente a «publicidade sonora que ocorreu durante todo o mês de Agosto», que não constava de um ofício que o PAN recebeu a 4 de Setembro, que referia que, «para o ano de 2018, foram concedidas e pagas as licenças de publicidade à empresa comercial Toiro das Sesmarias, apenas para duas viaturas com a respetiva publicidade sonora para os dias 17/05, 22/05, 08/06, 13/07 e 27/07».

Esta última situação já havia sido denunciada pelo Bloco de Esquerda, que quer que a Câmara de Albufeira  multe os responsáveis por esta publicidade sonora não autorizada.

O PAN salientou, ainda, que tem vindo «a questionar o executivo recorrentemente sobre os autos das vistorias realizadas nos anos 2016, 2017 e 2018 à Praça de Touros de Albufeira, nomeadamente quanto às condições da infraestrutura, salubridade e segurança da mesma», através do seu elemento eleito para a Assembleia Municipal de Albufeira.

O partido de defesa dos direitos dos animais pediu, igualmente, informação referente ao bem-estar animal e a sua conformidade com a lei.

Em resposta «ao total de quatro pedidos de esclarecimento, o PAN recebeu dois ofícios, que apenas dizem respeito à fixação da publicidade».

Contudo, no pedido de esclarecimentos à Câmara Municipal de Albufeira, o partido solicitou que lhe fosse «dado a conhecer o resultado das vistorias, com a descrição das anomalias verificadas. Passado praticamente um ano o partido continua sem respostas», garante.

«Se, por um lado, reconhecemos uma alteração de postura oficial do executivo perante a não autorização de cartazes nas vias públicas de Albufeira, que é um bom princípio, por outro não compreendemos como é possível encontrar em massa, por todo o município, e de forma ilegal, inúmeras dezenas de cartazes alusivos a espetáculos de tauromaquia bárbaros e violentos, sem que nada tenha sido feito. Será que ninguém viu?», questiona Paulo Baptista, comissário político do PAN no Algarve.

Fonte: Sul Informação / mantida a grafia lusitana original

Os comentários abaixo não expressam a opinião do Olhar Animal e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.